Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \30\UTC 2010

Turistas caninos poderão usufruir da Disney Land a partir de agosto deste ano

PARECE UM sonho, como tudo que Walt Disney criou, mas é pura realidade. A partir de 27 de agosto deste ano, cães poderão se hospedar com seus donos no mais novo hotel da Walt Disney World Resort na Flórida (EUA): o Best Friends Pet Care Resort. O hotel terá capacidade para mais de 270 cachorros e oferecerá vários serviços para os bichos hospedados ou que simplesmente passarão dia no local – enquanto seus donos curtem as atrações dos parques da Disney.

O LEQUE de opções varia do mero banho e tosa, até recreação personalizada no amplo jardim do resort, lanches como sorvete e a estranha leitura de histórias – para que os cães durmam mais tranquilos. Há também uma área para receber gatos, bem separada dos cães, segundo informa o site do resort.

Hóspedes da suíte terão até contador de histórias

PARA se ter uma ideia dos preços, a suite Luxury VIP (very important pet) inclui dois passeios e acesso a dois parques, uma TV de tela plana no quarto, a leitura de história para dormir e ainda um bom banho. Tudo por US$ 76, ou cerca de R$ 144 a diária (quando houver a reserva de no mínimo três dias).

A ADMINISTRAÇÃO do Resort está a cargo da experiente Best Friend Pet Care, empresa que possui serviços de hospedagem e recreação de animais domésticos em mais de 40 locais nos EUA. Cerca de 45 funcionários treinados e que adoram cães irão integrar a equipe, todos liderados por Jen Kratzer, conhecida no mercado pet americano por sua experiência no setor.

PLANEJANDO suas férias na Disney Land? Agora não há mais desculpas para você não levar seu cachorro para conhecer o Pluto.

Anúncios

Read Full Post »

Cães que gostam de exercícios são facilmente estimulados com brinquedos

EXCLUSIVO | NÃO SOMENTE nós, os seres humanos, sentimos maior apetite nos dias frios. “Cachorros também consomem uma quantidade maior de alimento”, afirma o médico veterinário e proprietário pelo Hotel Fazenda para cães Clube de Cãompo, Aldo Macellaro Jr. É por isso que é importante manter o ritmo e queimar aquelas calorias extras – suas e do seu cão.

CONFIRA abaixo algumas instruções do veterinário sobre a prática de exercícios e como incentivar seu bicho nos dias mais frios. Depois é só sair debaixo das cobertas e aproveitar o melhor do inverno.

“OS CÃES que gostam de passeios e de exercícios são facilmente estimulados quando mostramos a eles um brinquedo, a guia ou um petisco do qual ele gosta. Mas há cães que não gostam de passear. Se o animal não se mostrar animado para o exercício, o proprietário precisa ter o bom senso em respeitá-lo.

ANTES da prática de atividade física, é preciso saber se está tudo bem com o animal, – assim como acontece conosco. É recomendado que o animal passe por um médico veterinário para fazer um check-up geral antes de iniciar as atividades. Além de colocar as vacinas e a vermifugação em dia, especialmente aqueles cachorros que irão se exercitar em lugares abertos e longe de casa, onde ficam mais expostos .”

QUER saber mais sobre a prática de exercícios no inverno? Clique aqui e leia o primeiro post com mais dicas do veterinário Aldo Macellaro Jr.

Read Full Post »

O Boston Terrier mudou seu nome para Sepp Blatter e herdou as regalias do presidente da FIFA: viagens de avião totalmente de graça

TUDO começou quando a empresa de vôos econômicos, a Kululu, teve uma ideia genial para um anúncio de uma página no popular jornal inglês Sunday Times. O anúncio trazia uma promoção especial para a Copa Mundo: “se seu nome é Sepp Blatter, você pode voar de graça para qualquer destino da África do Sul”. Se você não entende muito de futebol (além de achar o Kaká lindo), talvez não saiba: mas Joseph Sepp Blatter é ninguém menos que o presidente da FIFA (Fédération Internationale de Football Association).

OS ÚNICOS que não gostaram do uso do nome de Sepp Blatter e da brincadeira foi a FIFA – que travou uma batalha judicial contra a empresa áerea. Enquanto as duas organizações se digladiavam, o dono de um Boston Terrier mudou imediatamente o nome do seu cachorro para Sepp Blatter e aproveitou a promoção.

O verdadeiro Sepp Blatter não gostou muito de ser confundido com um cachorro

É ISSO mesmo, Sepp, o cão, passou então a viajar de graça pela África do Sul. “Ficamos um pouco surpresos que, em vez de voar o presidente da FIFA, agora vamos dar um assento para uma Boston Terrier. Mas ele é realmente muito bonito e muito bem comportado. E por que não?”, afirmou a gerente de marketing da Kululu, Nadine Damen. Com tanta popularidade alcançada, há quem diga que o Boston Terrier irá concorrer ao cargo de presidente da FIFA nas próximas eleições. A popularidade ele já alcançou.

Read Full Post »

Lei prevê eutanásia somente para casos sem tratamento

SE O PROJETO de lei, de autoria do deputado Feliciano Filho sobre a Leishmanise Visceral, for aprovado pelo governador de São Paulo, Alberto Goldman, somente serão sacrificados cães que tiverem a doença confirmada por exames e somente nos casos em que não houver possibilidade de tratamento. Aprovada pela Assembleia Legislativa no último dia 24 de junho, o projeto de lei também assegura aos donos dos animais identificados como portadores da doença o direito de apresentarem contraprova realizada por laboratórios particulares.

SEGUNDO prêve o projeto de lei, os exames  também serão oferecidos gratuitamente pelos órgãos de controle de zoonoses, canis públicos e unidades de saúde. No entanto, tais exames não podem ser utilizados para estabelecer diagnóstico ou como critério para ser aplicada eutanásia nos cães positivos. O autor da proposta, deputado Feliciano Filho, argumenta que o Brasil é o único país a adotar, mediante lei federal, a eutanásia dos cães para controlar o surgimento da Leishmaniose Visceral. “A prática não oferece garantias suficientes para continuar a ser adotada”, garante o parlamentar. (Fonte: Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo)

QUER SABER mais sobre a Leishmaniose Visceral? Clique aqui e confira outros posts sobre o assunto.

Read Full Post »

O rei da sinuca

ELE NÃO precisa nem de um taco para realizar a jogada perfeita. Esse cachorro, chamado de Halo, desenvolveu uma técnica muito pessoal para encaçapar cada uma das bolas do jogo.  Simplesmente um cão com talento nato para a sinuca.

CONFIRA no vídeo acima clicando sobre a imagem.

Read Full Post »

O colchonete de ervas da Animal Flower promete revitalizar seu cão, sai por cerca de R$ 58

EXCLUSIVO | SEU CACHORRO late quando está sozinho em casa, é muito carente ou tem medo excessivo? É hiperativo ou vive estressado? Há uma esperança para seu bicho e o tratamento pode ser a base de essencias naturais: a terapia floral.

O MERCADO de florais é praticamente uma consequência da aceitação e resultados positivos da terapia entre os humanos. Segundo a bióloga e naturopata holistica, Luciana Giusti Costa, os consumidores de florais para pets são formados pela classe A e B, e por pessoas que já conhecem a terapia floral ou pelo menos leram a respeito.

A ANIMAL Flower é justamente resultado desse interesse por terapias alternativas para pets. Desde 2007, a empresa desenvolve diferentes linhas de tratamentos complementares para animais domésticos, como medicina chinesa, ayurvedica, terapia floral e fitoterapia. A bióloga e naturopata holistica Luciana faz parte dessa equipe.  “Cresce cada vez mais a busca por esse tipo de terapia uma vez que apresenta uma ferramenta para auxiliar no tratamento de desequilibrios emocionais e comportamentais nos animais”, explica Luciana.

Florais prometem ajudar cachorros a lidar com sentimentos como medo, estresse e ansiedade

ATUALMENTE, o produto mais procurado pelos clientes são os florais contra estresse e agressividade e aqueles que ajudam os bichos com seus traumas e medos. Mas a Animal Flower oferece outros produtos na mesma linha, como os colchonetes de ervas, que prometem revitalizar ou relaxar seu cachorro. “Em uma semana, o tratamento com florais em cães já faz diferença. Mas, pela minha experiência, é preciso ministrar os florais por três meses”, explica Luciana. Tudo pela paz interior dos nossos melhores amigos.

INTERESSADO por medicina alternativa para pets? Confira mais posts publicados no CaninaBlog. Basta clicar aqui.

Read Full Post »

Deixe a preguiça de lado, siga as dicas do especialista e saia para uma boa caminhada com seu cão

EXCLUSIVO | NA ÉPOCA mais fria do ano, muitos de nós abandonamos as academias  de ginástica e ficamos um pouco mais na cama. Exercícios ao ar livre não parecem tão tentadores quando bate aquele vento gelado e o dia surge meio cinzento. No entanto, muitos de nós temos um estímulo para vencer a preguiça e sair para uma boa caminhada: nossos cães.

ELES precisam daquele exercício diário, independente da época do ano. Segundo o médico veterinário e dono do Hotel Fazenda para cães Clube de Cãompo, Aldo Macellaro Jr, alguns cuidados com os cães na hora de praticar exercícios permanecem os mesmos, não importando a temperatura lá fora. Mas o inverno também exige algumas mudanças na rotina.

CONFIRA as dicas de Macellaro Jr e aproveite o que há de melhor no inverno com seu bicho.

HIDRATAÇÃO

É importante hidratar o animal antes e durante o tempo de treinamento, em intervalos que vão de acordo com a necessidade de cada um e ao termino do exercício. É preciso saber que durante o exercício, independente da estação do ano, a dosagem de água neste momento deve ser baixa. Ou seja, ofereça uma hidratação leve ao cão durante a prática dos exercícios para que ele não se sinta desconfortável e venha a desencadear algum problema pela ingestão em excesso de água.

ALIMENTAÇÃO

O animal nunca deve praticar exercícios logo após se alimentar. O ideal é dar um intervalo de aproximadamente uma ou duas horas entre a refeição e o treino – assim há tempo suficiente para a digestão completa.

MELHOR horário

No inverno os horários para os passeios ficam menos restritivos. O ideal é não levar o animal para passear ou fazer atividade física quando estiver muito frio. Os cães de pelo curto, idosos ou que têm problemas articulares precisam de atenção especial nessa época.

PROTEÇÃO contra o frio

O uso de roupas depende do animal, do tipo de atividade que ele vai fazer e também do tipo de vestimenta. O proprietário deve acreditar no bom senso. Roupas de plástico, por exemplo, não são recomendadas. Nos exercícios menos vigorosos não há muita interferência, já nos exercícios mais pesados o animal pode se sentir um pouco incomodado com a roupa.

ANTES de começar

Outra recomendação é fazer um alongamento com o animal antes da atividade. Essa prática é muito adotada por praticantes de agility.

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: