Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 15 de outubro de 2010

Quem não tem tempo disponível para cuidar de um Frenchie, não pode ter um

EXCLUSIVO | SUAS ORELHAS de morcego, corpo troncudo e cara achatada podem dar a impressão de que se trata de uma raça feroz. Já quem observa por mais tempo e percebe o olhar carente, logo verifica que está diante de um cão doce. “Ele é um cão controverso e é isso o mais encantador nessa raça”, afirma a dona do Canil Ville Chamonix, Camilli Chamone, que desde 2006 tem cães colocados entre os melhores do Brasil. “Eles podem até ter cara de bravos, mas são cães doces.”

Esse jeito de se sentar lhe rendeu o apelido de "Frog Dog" (cão sapo)

ESSA controversa pode ser explicada na origem do Bulldog Francês, também chamado de Frenchie pelos amantes da raça. O berço da raça é a França, como o próprio nome diz, no entanto, sabe-se que os cães que deram origem aos Frenchies tiveram origem na Inglaterra. Segundo se conta, na época da Revolução Industrial, ingleses procuravam por trabalho em outros territórios, com seus cães a tiracolo. “Em território francês, os cães ingleses acasalaram-se com cães caçadores de ratos e deram origem ao adorável bouledogue français”, conta Camilli.

Foi assim que surgiu uma raça que une personalidade forte e que não convive com outros machos, típico da linhagem Terrier, com o Bulldog Inglês, conhecido por ser um cão que adora a companhia do dono. Aliás, essa necessidade da presença do dono é algo muito forte entre os Frenchies. “São cães extremamente amorosos com sua família de estimação e totalmente dependentes. A solidão é seu pior castigo”, afirma a criadora.

POR isso mesmo, Camilli não recomenda a raça para pessoas que passam a maior parte do dia fora de casa. “Frequentemente, pessoas me escrevem porque seus Frenchies são ‘elétricos’ e ‘destruidores’, na esmagadora maioria das vezes, estes são solitários”, conta a criadora de Belo Horizonte (MG). Por isso ela avisa: “quem não tem tempo disponível para cuidar de um Frenchie, não pode ter um”.

VOCÊ é o dono ideal para um Bulldog Francês? Então confira mais características da raça.

PERSONALIDADE | Amorosos com a família e totalmente dependentes. A solidão é o pior castigo para qualquer Frenchie.

Não é aconselhável matilhar com muitos cães, pois costuma ser encrenqueiro

LONGEVIDADE | Cerca de 10 ou 12 anos.

TAMANHO | Entre 8 e 14 kg. O desejável é que o peso seja em torno de 12 kg, desde que esteja em harmonia com a altura e estrutura óssea do cão.

PELAGEM | Tigrado, Fulvo (dourado), Branco – sendo que o branco pode ser mesclado com tigrado e fulvo. Os de linhagem americana podem apresentar cor de pelagem creme. As outras cores, como azul, cinza, black and tan (cor do dobermann), podem até existir, mas não são reconhecidas como oficiais.

CUIDADOS | Frenchies que se alimentam de ração soltam muito pelo, diferente daqueles que se alimentam de comida caseira balanceada. A pele é sensível, então é importante evitar banhos em excesso – para limpar o pelo, use uma escova.

ESPAÇO | O espaço que precisam é aquele no entorno dos pés do dono. Não precisam de atividade física intensa, somente momentos para passear e gastar um pouco de energia para aliviar o estresse.

SAÚDE | Hiperaquecimento (hipertermia) e as lesões medulares são problemas muito frequentes e ocorrem em função da anatomia da raça. Dermatopatias também são comuns.

SOCIABILIDADE | Podem conviver bem com gatos, principalmente se forem acostumados desde cedo. A fórmula perfeita para a convivência é um casal de Frenchies.

PREÇO | A partir de R$ 2.500 com pedigree.

DICA DO CRIADOR | Não é aconselhável matilhar com muitos cães, pois costuma ser encrenqueiro. Machos não devem conviver com outros cães do mesmo sexo.

DONO IDEAL | Pessoas com disponibilidade de tempo – quem trabalha o dia inteiro pode ser louco para ter um, mas, definitivamente, deve ficar só na vontade. Além daqueles que querem um cão para morar dentro de casa e de companhia.

(Fonte e fotos: Canil Ville Chamonix)

Anúncios

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: