Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \29\UTC 2011

O tatuador Daniel Novais já perdeu a conta de quantas tatuagens de cães já realizou

EXCLUSIVO | TUDO começou quando publiquei no Facebook a foto de uma mulher na Hungria que tatuou seu cachorro nas costas (confira aqui). Em poucos minutos, recebi comentários de várias pessoas que conheciam ou que também tinham uma tatuagem do seu cachorro em alguma parte do corpo.

MAS o que leva uma pessoa a tatuar a imagem do seu pet? Segundo o tatuador Daniel Novais, são pessoas que têm um grande carinho pelo animal, respeito e dedicação. “O cão fala com seus olhos e por eles vemos o amor e devoção incondicional que eles têm pelos donos. Digo isso porque também tenho um casal de Bulldogues Franceses e eles são como meus filhos”, explica o tatuador. Aliás, a própria esposa de Daniel tem uma tattoo em homenagem aos “filhos”.

“Há também aqueles que tatuam outros estilos que representam cães, como patinhas", conta o tatuador

TATUADOR há dez anos e com um estúdio no Rio de Janeiro, Daniel conta que a procura deste estilo vem crescendo junto com a popularidade da tatuagem. Ele mesmo já perdeu as contas de quantas tatuagens de cachorros já realizou. “Há também aqueles que tatuam outros estilos que representam cães, como patinhas, seus nomes e até a impressão digital.”

REALIZAR a tatuagem de um cachorro, como qualquer tatoo fotográfica, significa um trabalho com alto grau de dificuldade. “Pois não basta simplesmente reproduzir a foto, é necessário representar também a expressão do animal de forma que seu dono bata o olho na tatuagem e diga imediatamente: é ele mesmo”, resume.

E QUEM são essas pessoas que resolveram guardar seus dogs na própria pele? Conversamos com duas clientes de Daniel que mostram com orgulho seus Bulldogues Franceses tatuados. Confira abaixo:

Bruna tatuou seu dog Minotauro há 6 meses na panturrilha

BRUNA Ribeiro, dona do Bulldog Francês Minotauro

“Sempre tive vontade de tatuar porque sou louca por cachorro. O Minotauro  foi amor a primeira vista, sou apaixonada por ele, é um amor incondicional. Muita gente me para na rua para saber quem fez, todos  dizem que a tattoo está perfeita, que é linda e a cara do Minotauro.”

Silvia Diniz, dona do Bulldog Francês Bandit

“Tenho um amor tão grande pelo Bandit que é difícil explicar. Ele é o amor da minha vida. Quem me conhece sabe o quanto eu o amo e quero tê-lo comigo para sempre.”

ALIÁS a foto de abertura deste post mostra Silvia no momento que era tatuada por Daniel Novais há um ano.

VOCÊ também tem uma tatuagem do seu cachorro ou fez uma homenagem em alguma parte do corpo? Então deixe um comentário.

Anúncios

Read Full Post »

Concorra a três exemplares do livro "Huck"

EXCLUSIVO  | COMO diz uma velha amiga: “mãe de cachorro também é mãe”. Por isso todas merecem um presente no segundo domingo de maio, quando é tradicionalmente comemorado o Dia das Mães. Se seu cachorro está com o cofrinho vazio, chegou a oportunidade de  você ganhar um super presente nessa data tão especial.

O CANINABLOG e a Editora Globo se uniram para presentear três (03) mães de cachorro com um exemplar do livro “Huck” da autora Janet Elder.

A HISTÓRIA do personagem Huck começa quando a mãe de sua família de humanos fica gravemente doente e o cachorrinho, com seu jeito divertido e brincalhão, ajuda aliviar a dor. A aventura começa quando Huck desaparece e toda a cidade se mobiliza em busca do cachorrinho. Trata-se de uma história que prova que o amor de uma cachorro é capaz de curar e também mostra como coisas boas acontecem quando as pessoas se unem.

REGRAS da promoção

PARA participar da promoção de Dia das Mães é bem simples. Primeiro, clique no link “Curtir” deste post e depois responda nos comentários: “O que significa ser mãe de cachorro?” Os autores das três respostas mais criativas (e carinhosas) serão presenteados com um (o1) exemplar cada do livro  “Huck” da Editora Globo.

VOCÊ tem até o dia 5 de maio de 2011 para enviar sua resposta – o resultado sairá no dia seguinte (6) e será publicado aqui no CaninaBlog, no perfil no Facebook e no Twitter. Não deixe de participar e ganhar um super presente de Dia das Mães (para você ou para sua mãe)!

Read Full Post »

Seu cachorro com todo o charme do frio

O sueter de moletom apeluciado com capuz Doggy está disponível em vários tamanhos

EXCLUSIVO | É FATO que qualquer pessoa fica mais charmosa no inverno. Casacos, peças de lã, botas e mantas formam figurinos de arrasar. Nos estados mais frios do Brasil, mais do que moda, é uma questão de necessidade estar bem agasalhado. Como o frio já está mostrando a sua cara no sul e sudeste, resolvemos provar que o seu cachorro também pode ficar bem quentinho e cheio de estilo.

O charme do vestido com strass da Doggy é a estampa de vaquinha

PARA começar o desfile, apresentamos a marca gaúcha Doggy, que trouxe para a linha pet todo o charme do inverno. São vestidos de veludo, pijamas, moletons e blusinhas sempre acompanhados do bordado com o nome da marca, o que traz um toque de requinte às peças.

CRIADAS pela designer  Patrícia Muniz Ramos, a Doggy tem como principal preocupação a qualidade e o acabamento de primeira. “Todas as peças são revisadas antes de serem enviadas ao consumidor”, explica Patricia. Caso uma peça tenha algum tipo de defeito, passa a ser vendida na sessão Pequenos Preços, Doggy dentro da loja virtual da marca, com a descrição do defeito. “Todo mês uma peça entra na promoção relâmpago com super descontos que duram por 48 horas”, avisa a criadora da marca. Por isso, quem curte a grife, fica sempre de olho nas novidades online.

CONFIRA mais dicas de moda publicadas aqui no CaninaBlog:

Para cachorros roqueiros e cheios de estilo

Uma versão pop canina

Coleiras com puro charme

Esse vestido da linha Luxe apresenta saia de veludo e corpete em matelassê

Read Full Post »

Cachorro sem identificação e sozinho na rua pode ser considerado abandonado pela lei

EXCLUSIVO | HÁ POUCOS dias recebemos a ligação de uma leitora do CaninaBlog que havia se metido na maior encrenca. Tudo começou quando encontrou um cachorro perdido na rua, sem coleira ou microchip. Levou o bicho para casa e colocou cartazes nas ruas do bairro procurando pelo dono com seu telefone particular como contato. Esperou por semanas e nada. Impossibilitada de ficar com o cachorro, encontrou uma nova família para o pequeno. Qual não foi a surpresa da nossa leitora que, após várias semanas, o suposto verdadeiro dono ligou para seu número com ameaças de chamar a polícia pelo “sequestro” do cachorro.

SERÁ que uma boa ação da nossa leitora, e de centenas de protetoras pelo Brasil, pode mesmo acabar na delegacia? Para esclarecer esse caso, convidamos a advogada Denise Grecco, criadora do site Direito Animal. Confira abaixo uma entrevista com nossa especialista:

CANINABLOG: Para que uma pessoa que resgata bichos na rua não tenha qualquer tipo de problema legal, que atitude ela deve tomar?

DENISE GRECCO: É importante dizer que a leitora do CaninaBlog fez tudo direitinho. Os cartazes que fez e divulgou são a prova que ela tem em seu favor, uma vez que achou um animal na rua e cuidou dele. Um animal que está na rua, sem identificação, está abandonado. Se esse dono deixou seu animal de estimação nestas condições, não existe ameaça que ele possa fazer. Ele é quem deveria ser processado por abandono de animal.

CANINABLOG: Quais são os direitos do dono do cão perdido nesses casos?

DENISE: Se o animal está sem identificação e sozinho na rua, o direito dele em relação ao animal é nenhuma. É importante lembrar que a legislação brasileira prevê o abandono como forma de maltrato (Decreto nº 24.645, de 10 de Julho de 1934, Art. 3º).

CANINABLOG: Como deve agir quem resgata um cachorro na rua?

DENISE: Se a pessoa que resgatou um bicho for processada pelo dono do cachorro, ela deve comparecer à audiência a que for chamada e munida, por exemplo, dos cartazes que espalhou e possíveis recibos de tudo o que gastou com o cachorro. Esses documentos ajudam a provar que achou e cuidou do bicho. Se houver testemunhas sobre o que fez pelo bem do animal, a pessoa também pode levar seus nomes e endereços para o Juiz envolvido.

CONFIRA outros posts sobre Direito Animal publicados aqui no CaninaBlog:

Direito Animal: Onde posso levar meu cachorro?

Quais são os direitos legais dos cachorros?

Meu cão foi maltratado no petshop. Como agir?

Read Full Post »

“Um cachorro muito medroso pode se tornar agressivo", explica Gustavo Campelo

EXCLUSIVO | HÁ POUCOS dias estava passeando com Ciccilo pelo meu bairro e encontramos com um casal e sua cadela adulta recém adotada. Há poucos metros de distância, os novos donos já avisaram: “adotamos a cachorrinha há poucos dias e ela se mostrou agressiva com alguns cães”. Como sei que Ciccilo ama as mulheres (de todos as raças) pedi que deixassem ele se aproximar. Foi paixão a primeira vista.

O ESPECIALISTA em comportamento canino Gustavo Campelo conta que é normal um cão que acabou de ser adotado se mostrar inseguro nos primeiros dias na nova casa. “Essa insegurança diminui com o passar do tempo e geralmente em uma semana desaparece. Já a agressividade pode tanto aumentar como diminuir e isso dependerá somente da habilidade dos novos proprietários em lidar com esse problema”, explica Campelo. “Um cachorro muito inseguro ou medroso pode se tornar agressivo se colocado com cães adultos, ainda que sejam mansos.” Nestes casos, é aconselhável procurar ajuda de um especialista em comportamento canino.

TESTE de personalidade na adoção

DIANTE desse problema tão recorrente, a pergunta que pode surgir entre muitas pessoas que desejam adotar um cão adulto é a seguinte: é possível perceber se um cão é agressivo antes da adoção? Mais do que possível, é recomendável fazer alguns testes. “O correto e ideal é que o próprio abrigo faça testes de comportamento nos animais antes de serem doados. Estes processos nos fornecem muitas informações sobre o animal e deve ser aplicado por especialistas no assunto”, explica Campelo.

REALIZAR um teste de comportamento em um cão que será adotado é importante pois a doação de um animal para uma família que não tenha o mesmo perfil é um grande engano. Além disso, o risco desse animal ser abandonado ou maltratado é bem maior. Infelizmente, o ideal está muito longe da realidade. “Conheço aqui no Brasil somente um lugar que faz esse tipo de teste nos cães antes de serem doados e mesmo assim não conseguem fazer com 100% dos animais”, relata com tristeza.

A CAUSA da agressividade

SENDO que a principal causa da agressividade é o medo ou insegurança dos cães, é fácil que muitos animais de abrigos acabem se tornando agressivos diante das dificuldades da rua ou maltrato de antigos donos. “Cães medrosos, inseguros e que foram atacados por outros cães anteriormente podem desenvolver agressividade.”

ENTRETANTO, mesmo sem querer, algumas pessoas acabam incentivando agressividade em cachorros de qualquer idade, raça ou origem. Gustavo Campelo dá um exemplo: “alguém que morre de medo de cães grandes e todas as vezes que encontra outro animal na rua essa pessoa fica com medo e pega seu cachorro no colo”. Segundo o especialista, a tendência é que esse cão se torne agressivo com outros animais, pois percebeu o medo de seu proprietário e tenta defendê-lo de uma ameaça inexistente.

CONFIRA mais posts com dicas do especialista em comportamento canino Gustavo Campelo no CaninaBlog:

Gustavo Campelo: Agressividade entre cães do mesmo sexo

Gustavo Campelo: Como acostumar o cão com a focinheira

Read Full Post »

Comedouro automático da E-pet é indicado para cachorros de até médio porte

SEU CACHORRO não come a quantidade diária de ração de uma só vez e deixa comida no pote por algumas horas? Então você vai gostar de um produto que acaba de chegar ao mercado pet e conta com tecnologia brasileira. Trata-se de um comedouro que só abre quando seu pet se aproxima para comer permitindo que a raçã fique fresquinha por mais tempo.

A TAMPA automática com sensor de presença protege a ração do seu bicho contra insetos, formigas, aves e roedores que podem trazer doenças ao seu cão. Além disso, o depósito interno feito de alumínio pode ser removido e lavado com água e sabão. Com capacidade para400 gramasde alimento, o comedouro é indicado para cães de até médio porte.

O COMEDOURO com Tampa Automática fabricado pela empresa brasileira  E-pet funciona com duas pilhas comuns e é encontrado na loja Mima Pet por R$ 145. Para conferir como funciona o produto, clique aqui e assista ao vídeo demonstrativo.

LEIA também no CaninaBlog:

Seu cachorro tem sede de quê?

Estética Canina: Lhasa com bigode molhado

Água fresca e sem bagunça

Read Full Post »

 

Dona Ilair ganhou uma nova casa e um filhote canino do apresentador Luciano Huck

 EXCLUSIVO  | A IMAGEM de uma mulher sendo resgatada por vizinhos com a ajuda de uma corda marcou a memória de quem acompanhou toda a tragédia que se abateu sobre a região serrana do Rio de Janeiro no mês de janeiro deste ano. Quem conseguirá esquecer da mulher cercada por lama e água tentando resgatar seu cachorro, Bethoven, que se soltou de suas mãos um pouco antes de ser salva?

ESSA HISTÓRIA tão triste começou a mudar neste fim de semana com a ajuda do programa de televisão Caldeirão do Huck, exibido na rede Globo. O Lar Doce Lar deu uma nova casa para Ilair e seus dois filhos, Alessandro e Sandro. No entanto, enquanto conhecia seu novo lar, a Dona Ilair não deixou de lembrar do cachorro que não sobreviveu à tragédia e, em meio ao choro sincero, soltou: “Ele podia estar aproveitando dessa casa, mas o coitadinho não está mais aqui.”

NA INTENÇÃO de ajudar Dona Ilair a sobreviver a esse trauma e ajudar dezenas de cães vítimas da tragédia, o apresentador Luciano Huck presenteou a moradora com uma cãozinho resgatado pelo SOS Animais de São José. Contente, Dona Ilair e os filhos já deram um nome ao bicho, Bolinha, que também ganhou uma casinha caprichada do Lar Doce Lar.

PARA assistir essa história, clique na imagem de abertura. Se você deseja adotar um cãozinho vítima da tragédia na região serrana do Rio de Janeiro, clique aqui e confira o trabalho do SOS Animais de São José.

LEIA também no CaninaBlog:

Enchentes podem aumentar casos de Leptospirose

Marcas pet fazem doações para cães vítimas de enchentes

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: