Feeds:
Posts
Comentários

Archive for 1 de setembro de 2011

Assim como os soluços nos humanos, isso tende a passar sozinho

EXCLUSIVO | DEPOIS de bons goles de água e uma corrida escada acima, meu Fox Terrier Pêlo Duro Ciccilo começou a soluçar sem parar. Com quase oito anos nas costas, nunca tinha visto Ciccilo soluçar e, confesso, levei um pequeno susto.

O SOLUÇO em humanos é provocado por um espasmo do diafragma, um músculo que separa o tórax do abdômen e está diretamente relacionado com a respiração. Segundo o site do Dr Dráuzio Varella, esse espasmo é acompanhado simultaneamente pelo fechamento da glote, o que prejudica a passagem de ar para os pulmões e produz o som típico.

PARA combater o soluço, nós humanos criamos as mais diversas estratégias: segurar a respiração por alguns segundos, chupar uma fatia de limão e, até mesmo, dar um susto na vítima do susto. Mas e com a cachorrada? A médica veterinária Sylvia Angélico conta que, assim como os soluços nos humanos, isso tende a passar sozinho. “Caso a crise de soluço não passe, ofereça água (água de coco eles costumam adorar), uma refeição leve ou dê um passeio com seu mascote”, indica a criadora do blog Cachorro Verde. “Isso mudará o padrão respiratório do cão e o ajudará a parar de soluçar.”

CONFIRA mais curiosidades publicadas aqui no CaninaBlog:

Patas caninas: Cuidados e curiosidades

Meu cachorro assiste televisão. Será mesmo?

O que você sabe sobre as pulgas?

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: