Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \30\UTC 2012

Cinco sortudos levarão 1 exemplar para casa

EXCLUSIVO | ANIVERSÁRIO que é aniversário tem que ter presente, não é mesmo? E para que nossos leitores possam participar da festa de 2 anos do CaninaBlog, preparamos uma super promoção que irá ajudar nossos leitores a viver mais e melhor ao lado do seu melhor amigo.

O PRÊMIO é um produto indispensável para quem tem um pet em casa: o livro Primeiros socorros para cães e gatos (Gutenberg Editora, R$ 49,90, 432 páginas). Na publicação, a autora Amy D. Shojai, especializada em medicina de emergência, mostra técnicas de imobilização e de ressuscitação cardiopulmonar e ensina como avaliar os principais sinais vitais de cães e gatos. O guia traz ainda um kit de primeiros socorros que todo pai canino deve ter em casa.

REGRAS da promoção

QUER ganhar um exemplar do livro Primeiros socorros para cães e gatos? Então seja amigo do CaninaBlog no Facebook e responda a pergunta: por que o CaninaBlog é o blog mais cachorreiro do Brasil? Depois é só curtir este post. As cinco (5) respostas mais criativas levarão um livro para casa. A promoção vai até o dia 2 de fevereiro de 2012 e o resultado sai na próxima sexta-feira (3). Boa sorte para todos!

VEJA também no CaninaBlog:

Festa de 2 anos do CaninaBlog

Festa caprichada pra cachorro

Anúncios

Read Full Post »

O sub-editor Ciccilo e a editora do CaninaBlog Renata Faggion não se desgrudam

EXCLUSIVO | UM DOS maiores benefícios de se ter um cachorro é a amizade que só um cão pode oferecer. Mas o melhor disso tudo é a quantidade de amigos que fazemos por causa dos nossos cães. Graças ao Ciccilo, meu Fox Terrier Pêlo Duro, criamos este blog há exatos dois anos e hoje temos milhares de amigos com quem comemorar.

O TEMPO passou e hoje o CaninaBlog é lido por cerca de 2 mil pessoas por dia. É incrível pensar que desde o primeiro aniversário, passamos de 880 amigos no Orkut para quase 5 mil este ano. Nossos seguidores no Twitter também triplicaram e hoje temos mais de 1.600 pessoas que acompanham nossos posts diários pela rede social.

A PARTICIPAÇÃO dos nossos leitores é essencial. Contamos com as perguntas e opiniões dos nossos leitores que até hoje deixaram no blog mais de 1.900 comentários. Aliás, aqui no CaninaBlog, quem dá a opinião é o leitor. O papel do nosso blog é oferecer informações apuradas com quem entende do assunto. Cabe a você, leitor, tomar as próprias decisões e partido naquelas questões mais polêmicas.

POR todas estas razões podemos comemorar mais um aniversário com um sorriso no rosto e, no caso do Ciccilo, um rabinho abanando de felicidade. E fiquem atentos: porque ainda hoje vamos divulgar um concurso cultural para comemorar o aniversário de 2 anos do blog mais cachorreiro do Brasil.

VEJA a evolução do CaninaBlog ao longo dos anos:

Festa: Aniversário de 1 ano do CaninaBlog

O começo de tudo…

Read Full Post »

Somente algumas vacinas precisam de reforços anuais, afirma a vet Sylvia Angélico

EXCLUSIVO | QUEM ama seu cachorro faz tudo por ele. Principalmente quando a questão é a saúde do seu pet. Por esta razão, muitos donos nunca questionaram se a vacinação anual canina é realmente necessária. Afinal, todo médico veterinário recomenda reforços anuais – ou, pelo menos, a maioria dos profissionais.

A MÉDICA veterinária Sylvia Angélico há anos estuda as descobertas científicas sobre a vacinação dos cães e suas reações. Ao longo do tempo, descobriu que existe um exagero neste comportamento. Segundo Sylvia, muitos colegas de profissão recomendam os reforços vacinais baseados nas informações das bulas das vacinas. Entretanto, ela adverte: “essas bulas não acompanham as informações que têm sido publicadas na literatura científica atual”.

MUITOS veterinários também defendem que o retorno paciente na clínica é uma oportunidade para examiná-lo clinicamente, solicitar exames, esclarecer dúvidas do cliente e recomendar procedimentos importantes como castração e profilaxia dentária, por exemplo. Além disso, veterinários mantém este comportamento por toda a profissão porque simplesmente aprenderam a agir desta maneira desde a faculdade. “Eu mesma aprendi assim e o material publicitário e palestras dos fabricantes de vacinas reforçam essa prática”, adverte Sylvia.

CONFIRA abaixo a segunda parte da conversa que o CaninaBlog teve com a médica veterinária Sylvia Angélico, criadora do blog Cachorro Verde.

Reforços vacinais sistemáticos geram lucro significativo para as clínicas

CANINABLOG: Quais vacinas realmente precisam ser aplicados anualmente? 

Sylvia Angélico: Existem vacinas que precisam ser aplicadas anualmente, algumas até semestralmente, para manter o animal protegido. É o caso das vacinas contra leptospirose, “tosse dos canis” e leishmaniose visceral canina. Elas conferem imunidade de mais breve duração. A partir disso, há veterinários que generalizam e praticam reforços vacinais contra todas as doenças para as quais existem vacinas, sem saber que há vacinas capazes de proteger o paciente por mais de 7-9 anos, como aquelas feitas com vírus vivos atenuados (“enfraquecidos”) contra cinomose, parvovirose e hepatite infecciosa canina.

CANINABLOG:  Na sua opinião, que razões levam muitos veterinários a recomendar tantas vacinas?

Sylvia Angélico: A falta de conhecimento é uma das razões. Uma parcela dos veterinários tem pouco interesse pelas áreas de Imunologia, Vacinologia e Infectologia. Na última década, dezenas de artigos científicos têm sido publicados anualmente. Esses artigos trazem atualizações sobre condutas vacinais, mas precisam ser ativamente pesquisados pelo veterinário para ser encontrados. Creio não existir ainda interesse dos fabricantes de vacinas em incluir as principais atualizações desses artigos em seu material informativo e palestras. Sem conhecimentos atualizados sobre as possíveis reações adversas associadas à vacinação, sobre exames que determinam se o paciente já se encontra protegido (chamado titulação de anticorpos vacinais), sobre epidemiologia de doenças infecto-contagiosas no Brasil, sobre a verdadeira duração e custo-benefício de cada produto, muitos veterinários acreditam ser mais correto, seguro e cômodo manter a conduta vigente.

CANINABLOG: Questões econômicas também estão envolvidas?

Sylvia Angélico: Reforços sistemáticos geram lucro significativo para a clínica. No início do segundo semestre de 2011, uma das revistas científicas de maior circulação entre os veterinários de cães e gatos do Brasil publicou uma coluna reforçando a importância de manter a aplicação sistemática de vacinas como forma de gerar lucro. O artigo trazia até infográficos mostrando quantos milhares de reais o veterinário deixaria de faturar ao ano caso seus clientes “atrasassem” o reforço vacinal em um mês.

NOS próximos dias vamos publicar o terceiro e último post com a médica veterinária Sylvia Angélico que irá explicar quais são os métodos recomendados por especialistas na hora de se escolher a vacina ideal para seu cão.

CONFIRA abaixo o primeiro post a respeito da polêmica da vacinação anual em cães publicado aqui no CaninaBlog

Vacinação: O princípio de tudo

Vacinação canina: O perigo do excesso

Read Full Post »

Camiseta é vendida no site da marca Use Huck

NOVIDADE | NÃO é de hoje que se sabe que o apresentador de televisão Luciano Huck é louco por cachorros. No ano passado, por exemplo, Huck demonstrou nas redes sociais a tristeza de ter perdido o cachorro Lucky após 11 anos de amizade. Na época, Luciano postou no Twitter: ““Hoje se foi o meu fiel e amado companheiro dos últimos 11 anos; o Lucky. Nossa família toda sentirá muitas saudades. Vá em paz, querido amigo”.

ESSA paixão pelos cães levou o apresentador a se engajar na causa animal tendo a marca própria de camisetas criada por Luciano Huck com a grife carioca Reserva o meio de arrecadar doações. Funciona da seguinte maneira: toda vez que alguém comprar uma camiseta no site da loja Use Huck, parte dos lucros da venda dos produtos será revertida para o Clube dos Vira-Latas.

PARA quem ainda não conhece a ONG localizada em Ribeirão Pirer (SP), é bom saber que o Clube dos Vira-Latas abriga mais de 400 animais abandonados ou que sofreram maus tratos, além de realizar campanhas de doação e castração de cachorros há mais de 10 anos.

A MARCA Huck vende camisetas masculinas e femininas que custam na semana de lançamento R$59 à vista – toda semana há estampas novas. As peças só podem ser adquiridas na loja virtual ou pelo site do Caldeirão, uma parceria da marca com a Globo.com.

QUER saber mais sobre o Clube dos Vira-Latas? Então clique na imagem abaixo e assista o vídeo exibido no programa Caldeirão da rede Globo quando o apresentador Luciano Huck fez uma visita à ONG .

Read Full Post »

A arte urbana ganhou força em São Paulo principalmente na década de 1980

IMAGEM DA SEMANA | A IMPRESSÃO de quem chega em São Paulo pela primeira vez pode ser de uma cidade tomada pelo concreto e pelo cinza. Puro engano. Além dos dezenas de parques que cortam a metrópole, há também milhares de intervenções artísticas que colorem as ruas, muros e fachadas da cidade. Basta parar para observar.

Cachorro grafitado no Beco do Batman na Vila Madalena

FOI com essa ideia na cabeça e uma máquina fotográfica na mão que decidi percorrer algumas regiões da cidade que são conhecidas pelo grafite e registrar aqueles que tem um cachorro como tema. Muito diferente de pichação, o grafite é considerado arte e hoje no Brasil há uma dezena de grafiteiros conhecidos internacionalmente como Osgêmeos, Kobra, Binho Ribeiro e Nina Pandolfo.

AS IMAGENS que você curte aqui neste post foram feitas especialmente na Vila Madalena. É no bairro que você encontra o Beco do Batman, entre as ruas Gonçalo Afonso e Medeiros Albuquerque, considerado um dos pontos de grafite mais famosos de São Paulo, o local é totalmente coberto por trabalhos de artistas nacionais e estrangeiros.

DESDE 2011 a Prefeitura de São Paulo resolveu incentivar grafiteiros locais e, por meio da Lei Cidade Limpa, liberou as laterais de prédios para a produção de murais que podem ser patrocinados. O primeiro painel autorizado pela Prefeitura foi assinado pelos irmãos Osgêmeos em um prédio no centro da cidade.

PARA saber mais sobre os principais pontos grafitados em São Paulo, confira no site de turismo oficial da cidade alguns endereços interessantes (clique aqui). E para ver todas as fotos com cães registradas, veja o álbum completo no perfil do CaninaBlog no Facebook.

Retrato da vida dos artistas marginalizados da cidade. Repare no cão policial

Read Full Post »

Confira orientações dos organizadores antes de participar do evento na sua cidade

EXCLUSIVO | A IMPRENSA abriu os olhos de muitas pessoas nos últimos meses para os diversos crimes contra animais cometidos aqui no Brasil. Casos como do cão Lobo, que foi arrastado pelo dono pelas ruas de Piracicaba (SP), ou ainda da enfermeira que teria batido no seu York Shire até a morte em Goiás, geraram mais do que comoção, mas revolta e indignação. Nos dois casos, as condenações pareceram muito brandas para a maioria dos defensores dos animais.

COMO fruto desta revolta, milhares de pessoas devem se reunir no dia 22 de janeiro em 175 cidades brasileiras para uma manifestação pública batizada de Crueldade Nunca Mais. “O grande objetivo do evento é reunir as pessoas que estão indignadas com os terríveis casos de crueldades e maus-tratos contra animais”, explica uma das coordenadoras do evento aqui no Brasil, Fernanda Oliveira de Barros Marchetti, que também é vice-presidente da ONG Projeto Segunda Chance e membro do Projeto Salvacão. Milhares de pessoas também devem se reunir neste domingo nas cidades de Nova York, São Diego, Miami e Londres.

POR leis mas duras no Brasil

AQUI no Brasil os organizadores também preparam um projeto de lei de iniciativa popular chamado de Lei Lobo (#LeiLobo). “Prentedemos conseguir a assinatura de 1.5 milhão de pessoas no país e assim enviar diretamente ao Congresso Nacional, pedindo punição mais severa para quem é condenado por maus-tratos”, explica Fernanda. Baseado no resultado da campanha nas redes sociais, os organizadores aguardam em São Paulo por volta de 2.500 a 3 mil pessoas, já no Rio de Janeiro o cálculo é de aproximadamente 1.500 pessoas.

QUER saber mais sobre o evento e como participar? Então não deixe de conferir a entrevista exclusiva que Fernanda Oliveira de Barros Marchetti, membro do comitê organizador da campanha Crueldade Nunca Mais, deu para o CaninaBlog:

CANINABLOG:Como as pessoas podem se preparar para o evento?

Fernanda Marchetti é membro do comitê organanizador

Fernanda Marchetti: As pessoas devem procurar as orientações disponibilizadas no site do Crueldade Nunca Mais, vestir camiseta branca, levar garrafinha de água e sempre lembrar de jogar lixo no lixo. Nossa orientação é para não levar animais de estimação pois entendemos que a manifestação não é um local agradável aos bichos devido ao barulho, exposição excessiva ao sol ou falta de abrigo contra chuva. Mas se as pessoas quiserem trazer seus bichos, solicitamos que não se esqueçam de trazer água e saquinho para recolher os dejetos. O evento possui um organizador em cada cidade, que segue as diretrizes e orientações da organização central em São Paulo que também estão disponibilizadas no site.

CANINABLOG: Qual é a situação do Brasil em relação a crueldades cometidas contra animais?

Fernanda Marchetti: Os problemas enfrentados no Brasil são piores que nos países de primeiro mundo, que em sua cultura já reconhecem os animais como seres que merecem ser respeitados e possuem leis e mecanismos de fiscalização estabelecidos e mais eficientes, como Estados Unidos e países da Europa. Já em relação à países asiáticos, o Brasil me parece melhor. Nestes países o próprio governo financia a matança de baleias, tubarões e golfinhos, além de permitir  a extração de pele de cães, gatos, coelhos e de diversos animais em nome do lucro. A vida destes animais não tem valor para esta população e governo, já no Brasil o cenário é diferente e estes crimes não são permitidos.

VEJA também no CaninaBlog:

Quando o pior acontece no pet shop

Protetoras: quem são essas mulheres dedicadas aos bichos

Read Full Post »

Gisele Bündchen com a York Shire Vida e os cachorros da família

EXCLUSIVO | A SEMANA de moda mais importante da América Latina, a São Paulo Fashion Week (SPFW), começa hoje na Bienal do Ibirapuera na capital paulista. Além de mostrar as novas coleções de estilistas como Alexandre Herchcovitch, Reinaldo Lourenço e grifes como Colcci e Animale, o evento fechado para convidados desfila todo o charme das top models brasileiras.

Modelo Carol Trentini aproveita Nova York na companhia da sua cadelinha Madalena

QUEM acompanha a vida destas mulheres divinas (e magérrimas) sabe que a grande maioria viaja o mundo entre fotos e desfiles na companhia de amigos inseparáveis, seus cachorros. Aproveitando esta semana em que a moda é um dos assuntos mais comentados, selecionamos neste post fotos de algumas tops brasileiras que foram flagradas passeando com seus cães.

CLARO que não podia falta a übermodel Gisele Bündchen e sua cadelinha Vida, amigas inseparáveis desde 2004. Mesmo com a chegado do primeiro filho, Gisele não desgruda da cadelinha da raça York Shire que deve ter um dos passaportes caninos mais carimbados do planeta.

OUTRA modelo que faz questão da companhia canina é a loiríssima Carol Trentini. Recentemente, a modelo deu uma entrevista para a apresentadora Angélica em Nova York no programa Estrelas da Globo e mostrou qual é o seu passeio favorito com a cadelinha Madalena na ilha: um espaço fechado para cães dentro do Central Park.

Raica Oliveira na campanha da ONG Ampara

MAS há também aquelas modelos mais engajadas com a causa animal. É o caso da top (e ex do jogador Ronaldo) Raica Oliveira que aceitou participar do Calendário da ONG Ampara (Associação de Mulheres Protetoras dos Animais Rejeitados e Abandonados). Aliás, a ONG tem uma vasta lista de modelos que já participaram da campanha, como Yasmin Brunet, Fernanda Tavares e Ellen Jabour.

PARA conferir o making of da campanha da Ampara, clique na imagem com Raica Oliveira.

VEJA também no CaninaBlog:

Esmalte com nome de cachorro

Pet Fashion Week SP 2011 é cancelado

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: