Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \29\UTC 2012

Dog Beer está sendo degustada em eventos, mas lançamento oficial será em julho

EXCLUSIVO | SEXTA-FEIRA é o dia oficial do happy hour. Trabalhamos a semana inteira e merecemos sair para relaxar, bater papo e beber com os amigos, não é mesmo? Mas quem nunca se sentiu culpado por deixar seu cachorro em casa sozinho enquanto se diverte? Principalmente nas grandes cidades, é crescente o número de bares que aceitam a presença de cachorros, ou seja, são pet friendly. Entretanto, a última novidade no mercado é que a cachorrada ainda também poderá beber uma cervejinha com os donos.

A CERVEJA para cães foi idealizada por Marco Melo que em 2007 resolveu investir no ramo pet e observou que não havia nenhum tipo de bebida em forma de petisco líquido para cães. Como a cerveja é a bebida mais popular no Brasil, logo surgiu a ideia de criar a Dog Beer. “Ela é feita com os principais ingredientes de uma cerveja comum, mas eliminamos o que é nocivo aos animais”, explica Melo.

“Dog Beer é feita como uma cerveja comum, mas eliminamos o que é nocivo aos animais”, explica o criador dabebida Marco Melo

O LANÇAMENTO oficial da Dog Beer será no final de julho de 2012, mas a marca já está sendo degustada em vários petshops, festas juninas, casamentos e aniversários de cães em todo o Brasil. Segundo o criador da primeira cerveja pet do país, o retorno dos clientes tem sido positivo. “Um verdadeiro e inigualável momento de prazer e satisfação, pois com o sabor da carne, os cães degustam com muito mais facilidade do que os petiscos sólidos”, afirma.

A DOG Beer será vendida pelo mesmo preço de uma boa cerveja artesanal, ou seja, por cerca de R$ 5. Sendo que a indicação de consumo diário é de uma garrafa para animais acima de 4 quilos e de 1/2 garrafa para animais abaixo desse peso. E diferente das cervejas para humanos, em que somos advertidos “se beber não dirija”, no caso da Dog Beer, afirma Melo: “Agora sim você vai poder sair para beber com seu melhor amigo”.

CONFIRA também no CaninaBlog:

Meu cachorro comeu chocolate. E agora?

Alimentos perigosos para os cães

Read Full Post »

Diretor Brandon Camp e adestrador Mark Forbes procuram cachorro em abrigo

CINEMA | QUEM tem 30 anos ou mais certamente vai lembrar de Benji, um cãozinho SRD que estrelou mais de cinco filmes e ainda uma série na TV americana. Para a alegria dos cachorreiros mais nostálgicos, o simpático cãozinho, uma mistura de Border Terrier, Cocker Spaniel e Schnauzer deve ganhar um remake no cinemas.

O ANÚNCIO surgiu depois que Brandon Camp, roteirista, produtor e diretor do remake de Benji, e o adestrador Mark Forbes, avisaram que estão em busca de um cachorro para viver o protagonista do filme.  Como o Benji original era uma mistura, a dupla tem procurado a futura estrela do cinema em abrigos de cães no país. Uma dessas buscas aconteceu na cidade de Mission Hills, em Los Angeles, onde encontraram um Fox Terrier de três meses chamado Fairfield (imagem de abertura).

Primeiro filme bom Benji foi lançado em 1974

A RELAÇÃO de Camp com o personagem canino é antiga pois foi seu pai quem criou o Benji original há quarenta anos.

HISTÓRIA de Benji

PARA quem não conhece ou nunca assistiu um filme sobre Benji, saiba que o personagem foi lançado em 1974 e, desde então, ganhou cinco sequências e uma série na TV americana, a Benji, Zax & the Alien Prince. (Fonte: Terra)

CURIOSO sobre a história do personagem Benji no cinema ou ainda quer relembrar os bons tempos de Sessão da Tarde com o cachorrinho aventureiro? Então clique na imagem abaixo e assista um pedacinho das suas aventuras.

Read Full Post »

Frasco com 250 ml é vendido por cerca de R$ 9

HIGIENE | SEU cachorro treme todo ou foge quando escuta essa pergunta? Então seu pet é como meu Fox Terrier Ciccilo. Basta ouvir essa pergunta que ele dá um jeito de fingir que não existe e sai de fininho. Mas a verdade é que nos dias mais frios até nós sentimos um pouco de dó ao dar um banho nosso melhor amigo, não é mesmo?

PARA ajudar neste momento “terrível” para muitos cães, duas empresas pet criaram produtos para ajudar na higiene dos peludos, principalmente nos dias mais frios.

A SUGESTÃO da marca Petbrill é o Banho Seco Higienizador. Indicado para manutenção da limpeza do animal entre um banho e outro, ou seja, evita que você tenha que dar o banho semanalmente no seu bicho. Segundo a fabricante, o produto oferece uma limpeza sem agredir a pele dos animais pois tem PH neutro e contém em sua formulação lanolina, responsável pela formação de um filme no pêlo do animal mantendo-o protegidos e sedosos.

Shampoo de Secagem Rápida da Empóriopet diminui em até 50% o tempo de exposição no secador

A SEGUNDA opção vem da Empóriopet. Trata-se de um xampú que possibilita reduzir em até 50% o tempo de exposição ao secador. Com a redução no tempo de secagem, o Shampoo Secagem Rápida promete ainda diminuir o tempo de manejo no pet shop ou em casa e, consequentemente, evitar o estresse do cachorro. O produto pode ser encontrado em petshops de todo país em embalagens de 300 ml, 500 ml, 1l e até 4,6 litros.

CONFIRA abaixo mais posts sobre banho e produtos de higiene publicados aqui no CaninaBlog. Além de um vídeo disponível originalmente no blog LovePet que mostra Bobby, o cachorro que detesta tomar banho:

Inverno: Banho seco é opção para os dias frios

Estética Canina: Xampu é o suficiente?

Adestramento: Meu cachorro detesta tomar banho

Read Full Post »

HUMOR | MAL humorado, desanimado ou simplesmente vivendo um dia típico de segunda-feira? Então não deixe de conferir este vídeo capaz de levantar o ânimo de qualquer pessoa. Disponível no YouTube, as imagens mostram a relação super doce e engraçada de dois seres que são capazes de  fazer qualquer pessoa suspirar e se inspirar: cachorros e bebês.

SE você gostar do vídeo do bebê e do cachorro da raça Sheltie, curta este post e compartilhe com seus amigos no Facebook e no Twitter.

PARA assistir ao vídeo, clique aqui ou na imagem de abertura. Abaixo você pode conferir mais vídeos engraçadas ou curiosos em que um cachorro (ou mais) é a estrela principal. Uma boa segunda-feira para todos!

Vídeos: Crianças, mamães, humor e adoção

Vídeo: Será que cachorro gosta de sapatos?

Nova propaganda de carro tem cachorro falante

Read Full Post »

Latido excessivo pode indicar problema com o cachorro, não só com o vizinho

EXCLUSIVO | UM em cada 10 brasileiros vive em prédios segundo o Censo Demográfico do IBGE de 2010. Sendo assim, é natural que milhões de cachorros também vivam em apartamento com seus donos. Embora esse comportamento seja cada dia mais comum para cães de pequeno e até grande porte, nem sempre a relação com os demais moradores ou com o próprio condomínio é muito saudável ou feliz.

PARA evitar problemas de convívio, muitos condomínios criam regras para cães e seus donos, como exigir que os bichos utilizem somente o elevador de serviço, sejam sempre carregados no colo ou até mesmo um número máximo de pets por apartamento. Mas uma das principais reclamações são os latidos. O barulho de um cão pode soar natural aos ouvidos dos donos, mas um grande incômodo para os vizinhos.

O ESPECIALISTA em comportamento animal Gustavo Campelo adverte que, mais do que reclamações de condomínio, o latido exagerado de um cão pode mostrar um problema com o cachorro. “Cães latem, mas em excesso pode ser um indicativo de algum problema comportamental ou até mesmo de saúde”, explica Campelo.

VOCÊ está sofrendo com este problema? Então confira abaixo dicas do especialista em comportamento animal Gustavo Campelo de como lidar com o problema e viver em paz com a vizinhança.

Cachorro inseguro tende a latir por qualquer estímulo

LATIDO saudável?

LATIR é normal, mas não é o modo de se comunicar mais usado pelos cães segundo Campelo. “Latidos normais acontecem na presença de uma situação nova, um susto ou durante as brincadeiras”, explica. Fora isso, já começa a significar problemas, seja de insegurança, agressividade ou ansiedade.

O LATIDO do meu cão incomoda a vizinhança

É COMUM os vizinhos se enganarem e acharem que seu cachorro está latindo. Muitas vezes é outro cão do mesmo prédio ou até mesmo da frente. Não devemos ficar incomodados com as reclamações. A atitude mais correta é ouvir e averiguar. Se for mesmo o seu cão o problema deve ser solucionado, para o bem dos vizinhos e do próprio animal.

COMO descobrir se meu cão late enquanto estou fora?

A INSTALAÇÃO de câmeras de computador, por exemplo, ou gravadores de áudio pode ajudar. Gustavo conta que atendeu um cliente recentemente que recebia reclamações de vizinhos. “Conseguimos elaborar um mecanismo em que era possível acessar a câmera do computador remotamente e a qualquer hora do dia podíamos visualizar as atitudes do animal”, relata. Quando o vizinho ligava reclamando, o cliente acessava imediatamente a câmera e descobriu que, neste caso, não era seu bicho que estava incomodando.

MEU cão late de mais

SE VOCÊ descobriu que seu cão late demais quando está sozinho, pode ser que ele tenha desenvolvido uma SAS (Síndrome de Ansiedade de Separação), situação em que o cão fica muito ansioso na expectativa da volta do dono. Um cachorro inseguro também tende a latir para qualquer estímulo (sonoro, olfativo ou visual) que ele interprete como ameaçador.

COMO agir?

SE VOCÊ descobriu que seu cachorro realmente late demais e está incomodando a vizinhança, avise os vizinhos que está ciente do problema e que é o responsável por isso. Procure um especialista em comportamento para ajudar na identificação do problema e estruturar uma estratégia para solucionar o caso. “Apenas um especialista pode detectar qual o problema e te sugerir soluções”, recomenda Campelo. Sendo que gritar, bater ou assustar o animal com barulho somente piora o problema. “Mas uma coisa que ajuda sempre é aumentar atividades físicas”, explica.

TENHA ciência e também avise os vizinhos que a solução não é imediata. “Eles podem, inclusive, acelerar na solução do problema caso estejam dispostos a ajudar”, conclui o especialista em comportamento animal.

CONFIRA também no CaninaBlog:

Meu cachorro fica sozinho em casa

Gustavo Campelo: Meu cachorro destrói seus brinquedos

Gustavo Campelo: Síndrome de ansiedade por separação

Gustavo Campelo: Meu cachorro revira o lixo

Read Full Post »

Existem vários sites de compra coletiva focados no mercaod pet no Brasil

ENTREVISTA | QUEM nunca se sentiu tentado por uma promoção de um site de compras coletivas que levante a mão (ou a pata). A moda da compra coletiva chegou com tudo no Brasil há cerca de cinco anos e hoje conta com quase 2 mil sites voltados ao negócio. Sendo que alguns sites resolveram segmentar. Depois de uma pesquisa rápida no Google, por exemplo, é possível encontrar uma meia dúzia focada somente no mercado pet: Dog Urbano, PetBoom, Vitrine Pet, Pet Red, Pet Urbano e Pet Off são apenas alguns deles.

A RESPONSÁVEL pelo departamento de Marketing do site Dsconto Mariana Real, que agrega as promoções dos mais diversos sites existentes no país e em um só lugar, lembra que tanto empresas como clientes podem sair beneficiados. “Os primeiros veem nas compras coletivas a possibilidade de divulgar o seu empreendimento, enquanto os consumidores podem usufruir dos peços baixos“, argumenta. Sites de compra coletiva pet, por exemplo, oferecem serviços de banho e tosa, adestramento e hospedagem por um preço muito mais em conta.

Com a falta de leis específicas e fiscalização, alguns sites não cumprem com o prometido

O PROBLEMA desta explosão do mercado de compra coletiva é que nem sempre a qualidade do serviço é mantida. Se você ainda não foi vítima deste problema, ainda será ou conhece alguém que não conseguiu usufruir do produto comprado ou foi surpreendido por um serviço de péssima qualidade. Eu mesma já comprei um serviço de massagem e descobri que a estética não tinha mais agenda em nenhum horário para me atender dentro do prazo.

CLARO quem nem sempre a experiência em um site de compra coletiva é ruim. Mas é sempre bom ficar atento a algumas dicas para fugir de dores de cabeça. A responsável pelo departamento de Marketing do site Dsconto Mariana Real deixa a dica de como se proteger:

CANINABLOG: Que tipo de cuidados você recomenda que o cliente tenha ao comprar em sites de compra coletiva?

Mariana Real: Devido ao grande crescimento dos sites de compra coletiva, a falta de leis específicas e fiscalização, acabam surgindo alguns sites que não cumprem com o prometido. Para evitar dores de cabeça, sempre pesquise sobre a confiabilidade do site e procure saber se ele possui um serviço de atendimento ao cliente eficaz para que seja possível solucionar eventuais problemas. Evite serviços que não sejam oferecidas por empresas físicas, as quais você pode visitar caso haja necessidade.

CANINABLOG: O que fazer quando surge algum problema?

Mariana Real: Sempre entre em contato o mais rápido possível com o site e com o local para o qual a oferta está sendo oferecida. Se necessário, procure o Procon.

DICA extra: Se o site de compra coletiva não garantir a qualidade dos serviços oferecidos, negar a devolução dos valores nos casos de não prestação do serviço e/ou informar percentual de desconto incorreto, procure o Procon (clique aqui).

CONFIRA também no CaninaBlog:

Novo site de compras coletivas só para pets

Quais são os direitos legais dos cachorros?

Meu cão foi maltratado no petshop. Como agir?

Quero comprar um filhote de raça. Que cuidados tomar?

Read Full Post »

Embalagem de Xô Xixi contém 150 g e é vendido por cerca de R$ 15

CANINABLOG RECOMENDA | JÁ IMAGINOU se mudar com quatro cães de grande porte para uma nova casa com quintal? Pois este foi o desafio da minha querida amiga Dani Koetz, seus três Labradores (Toddy, Aysha e Lucky) e a SRD Dulce. Antes morando em um grande apartamento em São Paulo e fazendo vários passeios por dia para fazer xixi, agora a cachorrada tem direito a um quintal. Bem, vocês já imaginam o que aconteceu né?

OS DOIS machos da casa logo deram um jeito de demarcar seu novo território e fizeram xixi em vários pontos do quintal e entradas da casa – para o desespero da minha amiga Dani. Por essa razão, pedimos para a criadora do blog Love Pet para avaliar um novo produto do mercado pet, o Xô Xixi.

O PRODUTO promete aposentar o uso de panos de limpeza, evitando o contato com a urina e dejetos dos animais. Como funciona? Basta borrifar o produto sobre o dejeto que o xixi ou vômito solidificam de tal maneira que podem ser removidos com a pá de limpeza em piso comum e com aspirador em carpetes e tapetes. E ainda promete eliminar o odor no local.

MAS será que o produto cumpre realmente todas essas promessas? Confira abaixo a avaliação que Dani Koetz do blog LovePet fez do produto especialmente para o CaninaBlog:

AVALIAÇÃO: Xô Xixi

Dani e os cães Toddy, Aysha, Lucky e Dulce testaram o Xô Xixi por 7 dias

EMBALAGEM

Embora o fechamento seja perfeito, senti falta de algo que vedasse melhor o produto por se tratar de um produto em textura de talco e que tem como propósito absorver a umidade. No caso de armazenagem inadequada ou com o tempo de uso, fiquei temerosa que o produto se inutilizasse.

UTILIDADE

O conteúdo da embalagem atende bem quem possui animais de pequeno porte, pois rende bastante. Talvez não seja tão viável para cães grandes e que fazem muito xixi, pois a embalagem de 150 gramas terminaria em dois tempos.

MANUSEIO

Bastante prático, basta pulverizar sobre o local, aguardar a absorção e varrer. A aplicação é fácil. O Xô Xixi é ideal para situações onde você não pode sair correndo para buscar um paninho ou, no meu caso, uma toalha para absorver a urina ou vômito do cão.

CONFIRA outros produtos testados pelo CaninaBlog:

Nós testamos o atendimento do Provet

Guia retrátil Flexi: Seu cachorro mais saudável e fashion

Nós testamos o Poop Dog

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: