Feeds:
Posts
Comentários

Archive for abril \30\UTC 2013

Ciccilo testou e aprovou a cama modelo Magrela da marca Pet & Poá

Ciccilo testou e aprovou a cama modelo Magrela da marca Pet & Poá

CANINABLOG RECOMENDA | JÁ existe uma rotina lá em casa na hora de dormir. Como eu gosto de ir pra cama cedo, Ciccilo sempre me acompanha e sobe até o quarto e logo se aconchega na caminha dele no chão. Bom, pelo menos era assim até que Ciccilo recebeu uma cama novada marca Pet & Poá para testar.

TUDO começou há um mês quando avisei várias marcas de acessórios para pet que precisava de uma cama confortável para Ciccilo e que ainda combinasse com a decoração da sala de estar. Depois de várias produtos enviados, escolhi o modelo Magrela da marca Pet & Poá. Já no primeiro dia, coloquei na sala de estar perto da minha linda cadeira Barcelona vermelha. A decoração ficou perfeita.

Cama nova combinou perfeitamente com a decoração da sala

Cama nova combinou perfeitamente com a decoração da sala

MAS qual não foi a minha surpresa quando subi para o quarto naquela noite e Ciccilo não me acompanhou! Achei estranho, chamei por ele e… nada. Meu marido subiu algum tempo depois e… nada de Ciccilo subir pro quarto. Somente depois do meu marido chamar e insistir muito que meu Fox Terrier subiu os degraus, bem devagar, com uma expressão de descontentamento. Dava para ler no seu focinho: “eu quero dormir na cama nova hoje!” (risos).

CLARO que a cama modelo Magrela da marca Pet & Poá ainda passou pelo meu teste de qualidade (entre outras coisas, foi lavada na máquina de lavar algumas vezes). Além disso, percebi que a cama contém um recheio que pode ser retirado na lavagem e é capaz de isolar a temperatura que vem do chão. Mas o maior teste, sem dúvida, foi Ciccilo quem fez.

Camas como o modelo Magrela podem ser encomendadas pelo Fanpage da Pet Poá

Camas como o modelo Magrela podem ser encomendadas pelo Fanpage da Pet & Poá

ONDE e como comprar

AS camas da marca Pet & Poá (disponíveis nos tamanhos P, M e G) podem ser encomendadas pelo Fanpage da marca por preços que variam de R$ 90 e R$ 140. Basta escolher o modelo e deixar uma mensagem no Fanpage.

CONFIRA abaixo outros produtos e serviços testados pelo CaninaBlog:

Nós experimentamos o hotel Clube de Cãompo

Nós experimentamos o Pet Hotel Férias do Dono

Nós experimentamos a cesta Pet Bike

Nós experimentamos o anti-pulgas Pulvex

Read Full Post »

PremieR pet - MOCKUP AMBIENTES CASTRADOS 12 KG [NOVO LAYOUT] [18 CM]

Ração é encontrada nos pet shops em embalagens de 2,5 e 12 quilos

NOVIDADE | QUEM tem um cachorro castrado em casa sabe dos  inúmeros benefícios. Além de evitar a reprodução desenfreada – causa principal da imensa quantidade de cães de rua no Brasil -, há ainda benefícios no comportamento e na saúde dos cães. Veterinários são unânimes ao afirmar que nas fêmeas a cirurgia evita o desenvolvimento de tumores de ovário e mamas, além de infecções uterinas graves e ocorrências de gravidez psicológica. No caso dos machos, previne neoplasias testiculares, hiperplasias da próstata e promove o declínio da agressividade e do comportamento inadequado.

MAS cães castrados também se tornam, em geral, mais sedentários, gastam menos energia e podem tender à obesidade, um fato muitas vezes potencializado pela predisposição genética de algumas raças. “Esse aspecto, por si só, já determina a necessidade de uma nutrição diferenciada”, afirma Keila Regina de Godoy, médica veterinária da marca de alimentos PremieR pet. Por essa razão, a marca trabalhou por anos em uma fórmula especialmente pensada para cães castrados.

FOI assim que surgiu o Super Premium PremieR Ambientes Internos Cães Castrados que oferece auxílio no controle de peso com níveis reduzidos de gorduras e calorias, além de elevado teor de fibras (5%). “Também oferece excelente composição proteica (31,5%), com a utilização exclusiva de matérias-primas de alto valor nutricional, e é enriquecido com L-carnitina, substância que desempenha papel importante no metabolismo de gordura”, explica a médica veterinária da PremieR pet. A fórmula inclui ainda ingredientes como farinha de ervilha e cevada, que ajudam a manter a glicemia em níveis mais constantes, o que contribuiria para maior saciedade.

LEIA mais sobre castração aqui no CaninaBlog:

“Sem política pública de castração estamos enxugando gelo”

As vantagens da castração química

Cães machos: Castrar pode prevenir doenças (III)

Projeto de castração vence mais uma etapa

Read Full Post »

VÍDEO | CACHORROS e crianças são como ímãs. Seja na vida real, televisão ou cinema, eles roubam a atenção de qualquer pessoa em qualquer situação. Talvez por isso a nova propaganda da empresa de telefonia Claro rouba tanta atenção entre os vários comerciais da campanha “A emoção de se divertir é instantânea”.

BASTA clicar na imagem de abertura deste post para assistir o vídeo batizado de “A emoção de se divertir com um amigo é instantânea” que mostra um bebezinho sentado no chão dando risadas super gostosas do cachorrinho que estoura as bolhas de sabão que voam pela sala. O vídeo já teve mais de 150 mil visualizações no YouTube da Claro e mais de 6 milhões na versão original (clique aqui para assistir o vídeo na íntegra).

SE VOCÊ ainda não assistiu ao comercial da Claro (ou quer um curtir novamente), não deixe de clicar na imagem de abertura, assistir e se divertir.

VEJA no CaninaBlog mais propagandas em que o cachorro é a estrela principal:

Propaganda: História de Sofia emociona o sul do Brasil

Propaganda mostra fidelidade canina além da morte

Conheça Jerry, o astro da propaganda do Jetta

Os bastidores das propagandas com cachorros

Read Full Post »

A rede de pet shop Cobasi fez um manifesto a respeito do aumento

A rede de pet shop Cobasi fez um manifesto a respeito do aumento

ENTREVISTA | HÁ 20 anos no Brasil e presente em mais de 90 países, a marca francesa de alimentos para pets Royal Canin é uma das mais conhecidas no mercado de ração super premium.  A empresa sempre fez questão de ressaltar que a qualidade dos produtos vendidos é idêntica em qualquer lugar do mundo. Embora todo pacote vendido aqui no Brasil seja produzido nacionalmente na unidade em Descalvado, interior de São Paulo. “Sendo assim, se um cachorro consome Royal Canin aqui no Brasil e passar a comer a versão francesa, não encontrará nenhum problema de adaptação”, afirmou o presidente da Royal Canin no Brasil, Bernard Pouloux, em 2010 em uma entrevista exclusiva para o CaninaBlog (clique aqui para ler na íntegra).

UM dos segredos do sucesso da marca é a parceria com vários criadores de raças no Brasil e também o treinamento dos vendedores dos petshops parceiros, que aprendem como ajudar os clientes a escolher a ração mais indicada para seu pet. Mas essa relação foi abalada quando seus clientes e até lojistas levaram um  susto no último mês de março quando encontraram alguns produtos da marca com mais de 20% de aumento no preço. A rede de pet shops Cobasi chegou a colocar nas prateleiras das suas lojas notas dizendo que foi o fornecedor (Royal Canin) quem impôs o aumento no preço e que não concordava com o reajuste (confira imagem de abertura).

Royal Canin fabrica no Brasil todos produtos consumidos nacionalmente

Royal Canin fabrica no Brasil todos produtos consumidos nacionalmente

PARA explicar esse aumento, conversamos com o porta-voz e diretor de Marketing da Royal Canin no Brasil Christian Pereira. Confira abaixo as principais partes dessa conversa:

CANINABLOG: Muitos donos de cães se assustaram com o aumento no preço da ração. Esse aumento tem origem na indústria ou na loja?

Christian Pereira: Nestes últimos meses, os preços de matérias-primas e embalagens, que atendem as exigências de qualidade da Royal Canin, sofreram aumentos significativos. Absorvemos este acréscimo pelo maior tempo possível. No entanto, para continuar garantindo a segurança e qualidade de nossos alimentos, decidimos reajustar o preço de nossos produtos nesse momento.

CANINABLOG: Que elementos causaram esse aumento no preço?

Christian Pereira: Principalmente o preço das matérias primas e da embalagem. A Royal Canin realiza um trabalho diferenciado na seleção de suas matérias-primas e embalagens e, consequentemente, na escolha de fornecedores, que são homologados em nossa matriz na França e também na filial do Brasil.

Apenas os melhores fornecedores são selecionados e os mesmos recebem auditorias periódicas realizadas por nossa equipe de controle de qualidade. Além disso, buscamos as principais inovações tecnológicas para o desenvolvimento e aprimoramento de formatos e composição das embalagens de nossos produtos.

Vale ressaltar também que mais de 30% das matérias-primas utilizadas em nossos alimentos são importadas e que a Royal Canin utiliza matérias-primas que não são usualmente utilizadas no mercado pet food brasileiro.

CANINABLOG: Quando foi a última vez que a Royal Canin aumentou os preços dos seus produtos?

Nosso último aumento ocorreu em março de 2013. Não existe uma frequência previamente definida.

CANINABLOG: O preço do quilo da ração premium no Brasil é parecido com países como Estados Unidos, por exemplo, atualmente o maior mercado pet do mundo?

Christian Pereira: Não. Os preços nos Estados Unidos são menores do que no Brasil, assim como ocorre em diversas outras categorias. Vários fatores contribuem para essa diferença como escala, custos de logística, preço dos insumos, carga tributária, dentre outros.

LEIA também no CaninaBlog:

Aumento no preço da ração assusta donos de cães

“Não criamos ração pensando no dono, só na saúde do cão”

Paulistanos gastam mais com ração do que com feijão

Read Full Post »

Indústria de ração sofre com os efeitos da inflação no Brasil

Indústria de ração sofre com os efeitos da inflação no Brasil

EXCLUSIVO |  LEVANTE a mão quem não tem voltado assustado do supermercado, depois de ver a conta do restaurante ou de qualquer serviço. A inflação no Brasil, que segundo economistas acumulou alta de 6,59% nos últimos 12 meses, tem preocupado especialistas. O último susto para quem tem um cachorro foi o aumento do preço da ração nos petshops. No final do mês passado fui fazer buscar em uma loja pet o pacote de 7,5 quilos que costumo comprar para Ciccilo.

QUAL não foi meu susto quando percebi que o preço do pacote tinha aumentado 20% desde a última compra nem dois meses atrás. Assustada, fui correndo até o concorrente mais próximo e, qual não foi minha surpresa, ao perceber que o preço era exatamente igual. Ao comentar meu susto no blog, percebi que vários leitores e donos de cachorro passaram, revoltados e confusos, pela mesma experiência. O que explicaria esse aumento nos preços da ração muito acima da inflação?

"Clientes nos questionam sobre outras opções que se enquadrem no perfil do cão", contam Thais e Adriano da Pro Cane

“Clientes nos questionam sobre outras opções que se enquadrem no perfil do cão”, contam Thais e Adriano da Pro Cane

COMO funciona o mercado

A INDÚSTRIA de alimentos para cães pratica aumentos periódicos, geralmente anuais ou divididos em dois períodos do ano. Sendo assim, a inflação acumulada nestes períodos acaba claramente refletida no preço do pacote.

OUTRA novidade que pode ter mexido no preço dos alimentos para pet: aumento dos impostos. Desde outubro de 2012, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que, nas rações para cães e gatos em embalagens com mais de dez quilos, incide alíquota de 10% relativa ao Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Até então, todos alimentos pet eram isentos deste imposto. Mas segundo o ministro Benedito Gonçalves, defensor do imposto neste caso, a diferenciação entre os itens da tabela leva em consideração o princípio da seletividade. “Os alimentos para cães e gatos são destinados a público com alto poder aquisitivo, que opta pelo fornecimento de tais alimentos, em vez de utilizar formas mais básicas de nutrição”, declarou o ministro na época. Leia mais a respeito clicando aqui.

SENDO assim, a não ser que o lojista tenha um estoque muito grande, os aumentos da indústria de ração são sentidos em todos os petshops, dos mega àqueles pequenos comerciantes de bairro. “O aumento necessariamente precisa ser repassado ao consumidor final, por isso eles vêm em onda”, explicam os proprietários da loja de alimentos pet Pro Cane, Thais Gagliardi e Adriano Gargioni. Segundo os empresários, o aumento varia muito por fabricante. “Geralmente, de 5% a 12%”. Mas a mudança de preço de um fabricante em especial assustou até mesmo os experientes comerciantes de Porto Alegre. “Esse último aumento da Royal Canin está causando alvoroço pois foi de 20% para alguns produtos”, garantem.

"Às vezes o cliente acaba deixando de comprar imaginando que vai encontrar com preço melhor em outra loja. Acaba voltando com o tempo", revela  Alessandra Keidann do Bolicho do Bicho

“Às vezes o cliente acaba deixando de comprar imaginando que vai encontrar um preço melhor em outra loja. Acaba voltando com o tempo”, revela Alessandra Keidann do Bolicho do Bicho

REAÇÃO diante dos preços

O COMPORTAMENTO do dono do cachorro é obvio diante de um aumento desta proporção: pesquisar na concorrência. “Às vezes o cliente acaba deixando de comprar imaginando que vai encontrar um preço melhor em outra loja. Acabam voltando com o tempo pois o reajuste mais cedo ou mais tarde precisará ser repassado pelos demais lojistas”, afirma a dona do pet shop Bolicho do Bicho Alessandra Keidann. Segundo a empresária, a margem de lucro trabalhada pelo comércio varejista em geral para alimentos para animais é baixa. “Dificilmente a empresa consegue absorver os aumentos sem repassar.”

QUANDO o cliente não tem mais escapatória, começa a se questionar se vale ou não a pena mudar de marca de ração. Segundo Thais e Adriano da Pro Cane, muitos dos seus clientes têm buscado consultoria. “Eles nos questionam sobre outras opções que se enquadram no perfil do cão.” Para os comerciantes, existem sim outras opções de marcas premium e super premim de ração no mercado com preços mais em conta ou em promoção. Basta pesquisar.

MAS o que explicaria o aumento de até 20% no preço da ração de uma das marcas mais conhecidas e consumidas de alimentos super premium no Brasil? Para explicar esse aumento, conversamos com o porta-voz e diretor de Marketing da Royal Canin no Brasil, Christian Pereira. Confira no post que publicaremos ainda essa semana as melhores partes dessa conversa.

DICA EXTRA: Se o dono do cão escolher trocar de ração, o importante é buscar não somente o preço, mas sim uma relação de custo-benefício interessante para a saúde do cão e seu bolso. “Busque pacotes maiores, quanto maior a embalagem, melhor o custo do quilo. Mas é muito importante comparar a duração do pacote, a quantia diária recomendada e os níveis de vitaminas, proteínas, fósforo e antioxidantes”, ensinam Thais Gagliardi e Adriano Gargioni, donos da loja de alimentos pet Pro Cane de Porto Alegre.

LEIA também no CaninaBlog:

O desafio de produzir ração mais barata e de qualidade

Paulistanos gastam mais com ração do que com feijão

Como escolher a ração para meu cachorro?

Comida natural ou ração?

Read Full Post »

A pequena faxada esconde tesouros da dupla Tintim e Milu

A pequena faxada em Covent Garden esconde tesouros da dupla Tintim e Milu

CANINABLOG RECOMENDA | PARA quem curte cachorro e viajar, a Inglaterra é um dos locais mais fascinantes para se conhecer. Isso porque os ingleses têm uma longa tradição de amor pelos cães. Basta visitar um castelo e ver os quadros de reis e rainhas, sempre acompanhados dos seus cães. Até hoje a Rainha vivee ao lado dos seus inseparáveis cães da raça Cogi. Aliás, cachorros ingleses frequentam de pubs até metrô com a maior tranquilidade. Além disso, a ilha britânica é responsável pela criação de dezenas de raças, especialmente da linha Terrier. É o caso do meu cão Ciccilo, um Fox Terrier Pêlo Duro.

FOI aqui na Inglaterra, aliás, que encontrei uma atração na Floral Street indicada para todos apaixonados por Fox Terrier e quadrinhos. Trata-se de uma lojinha em Covent Garden chamada The Tintin Shop que há quase 30 anos vende exclusivamente produtos com o jovem jornalista Tintim e seu encrenqueiro cachorro da raça Fox Terrier Milú.

Loja oferece presentes para todos os bolsos

Loja oferece opções para todos os bolsos e idades

A DUPLA inseparável era desconhecida para muitos até a estréia do filme dirigido por Steven Spielberg As Aventuras de Tintim em 2012. Mas tudo começou há muito mais tempo. Foi em 1920 que o autor belga Hergé lançou o garoto Tintim, um fissurada por aventuras pelo mundo, e o simpático companheiro canino Milú (para saber mais a respeito da turma e do filme, clique nos links no final deste post).

Tintim e Milu retomaram a fama após filme de Steven Spielberg em 2012

Tintim e Milu ganharam vida nova após filme de Steven Spielberg em 2012

PARA quem curtiu Tintim no cinema ou em quadrinhos, a loja em Covent Garden vale a visita. Com apenas um pequeno corredor e um balcão, a charmosa loja oferece canecas, camisetas, miniaturas, brinquedos, livros, chaveiros, bolsas, quadros e tem a capacidade de reunir clientes de diferentes gerações. Eu mesma não resisti (deve ser a saudade que sinto de Ciccilo) e estou levando na mala uma sacola cheia de produtos da dupla!

SAIBA mais clicando nos links abaixo:

Tintim e o inseparável Milu agora no cinema

Animação Tintim leva o Globo de Ouro

Read Full Post »

Aumentar a quantidade e a intensidade dos exercícios evita o estresse canino

Aumentar a quantidade e a intensidade dos exercícios evita o estresse canino

EXCLUSIVO | LAMBER, morder e coçar. Esses três comportamentos são comuns em qualquer cachorro. Lamber é uma maneira do cachorro manter sua higiene. Já morder pode até ser simplesmente uma brincadeira entre cães. Já coçar pode ser uma pulga passeando pelo seu cachorro. O problema começa quando estes três atos se tornam excessivos e acabam desencadeando um problema de comportamento animal chamado automutilação. Geralmente, o início é apenas lambedura em excesso que depois pode evoluir para arrancar os próprios pelos, morder patas e rabos”, explica o especialista em comportamento animal Gustavo Campelo. “Lamber-se em excesso já é um sinal de estresse”, adverte.

MAS por que um cachorro tem este tipo de comportamento destrutivo? Segundo Campelo, cães muito estressados, ansiosos e inseguros, e que gastem pouca energia física e mental podem ter esses comportamentos. “Morder e se lamber servem como um alívio e para fugir do estresse do ambiente, por exemplo.”

COMO ajudar

O PRIMEIRO passo é uma visita ao médico veterinário para verificar se não existe nenhuma causa fisiológica para esse problema, como uma alergia, por exemplo. Essa razão descartada, agora chegou a hora de aumentar as atividades físicas e mentais do cachorro, caminha mais, corra e, se for possível, faça um treinamento de agility e obediência. “Um especialista em comportamento animal pode ajudar o dono a elaborar exercícios personalizados para o cão”, recomenda Campelo.

O QUE não fazer

Cachorros que se lambem demais podem estar estressados, indica comportamentalista Gustavo Campelo

Cães que se lambem demais podem estar estressados

NORMALMENTE os donos não aguentam ver o animal com esses comportamentos e, quando ele começa a se morder, dá broncas ou tenta distrair o cão com brincadeiras. Mas atenção: Campelo afirma que essas atitudes servem como motivação para o animal continuar se ferindo, já que recebe atenção nessas situações.

COMO  evitar o problema 

“A PREVENÇÃO começa antes mesmo de levar o animal para casa”, adverte Campelo. Em primeiro lugar, todo dono precisa saber que um animal de estimação exige dedicação e que cada cão precisa gastar um nível diferente de energia por dia. Por isso é importante escolher muito bem seu melhor amigo de acordo com a própria personalidade e rotina. “Quando o animal finalmente chega em casa, comece um treinamento de obediência o mais rápido possível. Socialize muito bem seu filhote. E aprenda a se comunicar com seu cão de maneira clara e coerente.” Campelo garante que estes fatores são essenciais para eliminar o estresse em cachorros e assim evitar problemas como a automutilação.

LEIA também no CaninaBlog:

Gustavo Campelo: A importância da socialização canina

Gustavo Campelo: Meu cachorro late demais

Gustavo Campelo: A diferença entre raça e personalidade

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: