Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Agência’

Nunca embarque numa viagem surpresa ou de última hora com seu cachorro

EXCLUSIVO | NA ÚLTIMA viagem que fizemos na companhia de Ciccilo, meu Fox Terrier Pêlo Duro, o guia da agência de turismo não parava de comentar como meu peludo parecia curtir cada momento da trilha que fazíamos juntos. “Já levamos cães que choravam com medo de entrar no rio”, comentou o guia de Brotas, no interior de São Paulo (saiba mais). Naquele momento, pensei em como era gostoso passear na companhia de Ciccilo, mas como essa aventura de poucas horas tinha demandado bastante tempo de planejamento da minha parte.

É ISSO mesmo, viajar com seu cachorro exige muito planejamento e não é nada indicado colocar as mochilas e o peludo dentro do carro e sair por ai sem rumo. Sem um plano ou rota definida, você estará sujeitando seu cachorro (e você) a passar momentos de muito estresse e dor de cabeça.

Passeios são indicados para cães dóceis e minimamente comportados

COMO planejar

QUANDO o assunto é turismo canino, uma das maiores especialistas no assunto no Brasil, a proprietária da agência Turismo 4 Patas Larissa Rios dá a dica: “nunca embarque numa viagem surpresa ou de última hora. No mínimo você tem que se certificar de que o seu animal será bem-vindo no lugar e que está em boas condições de saúde para a viagem”. Portanto, ligue para o hotel, parque ou para qualquer local do seu destino antes de viajar.

MAS como reagir se meu cachorro não curtir o passeio ou aventura planejadas, como comentou nosso guia em Brotas? “Se ele não quer participar, não force a situação”, indica Larissa, “não empurre o seu animal na água, não o puxe pela coleira durante a trilha. Enfim, respeite-o”. Além disso, a agente de turismo pet relembra: “Não esqueça dos cuidados básicos, como a hidratação, alimentação e higiene”. Ou seja, nada de largar sacolinhas com fezes do seu pet pela trilha ou deixá-lo sem comer depois de horas de exercícios físicos.

ANTES de viajar

PARA PASSEIOS como trilhas, banhos de rio ou uma caminhada mais urbana é importante que o animal seja dócil e minimamente comportado. “É importante que ele responda bem aos comandos do dono, que seja sociável com outros animais e outras pessoas”, explica Larissa.

O PET também deve ter a própria bagagem com todos seus itens pessoais, como: caminha, brinquedos, itens de higiene pessoal e, principalmente, ração em quantidade suficiente para a duração da viagem. “É muito importante fazer com que o animal se sinta o mais próximo possível do ambiente ao qual está acostumado, inclusive mantendo a sua rotina normal quanto aos horários de alimentação e de necessidades básicas (xixi e cocô)”, indica.

O BICHO deve ter sempre uma etiqueta de identificação na coleira, informando o nome dele e um número de telefone para contato, caso ele venha a se perder durante a viagem.

“INDEPENDENTEMENTE do meio de transporte escolhido, o conforto e segurança do cachorro devem ser prioridades.” Se a viagem for de carro, não esqueça de providenciar um cinto de segurança ou caixa de transporte adequados para seu pet. Se você optar pelo avião, confira com bastante antecedência se seu cachorro poderá viajar na sua companhia e sob quais regras. Com tudo planejado, você e seu pet estarão prontos para curtir uma viagem canina e divertida.

CONFIRA mais informações sobre turismo pet aqui no CaninaBlog:

Promoção: Mamãe e peludo conhecendo SP juntos

Turismo canino: Como escolher o melhor destino

Viagem para o exterior com seu cão: estresse ou relax?

Nós testamos o cinto de segurança da Bracannes

Read Full Post »

Larrisa Rios é especializada em turismo pet e dá dicas de como viajar com seu cão

EXCLUSIVO | VIAJAR é uma das melhores coisas do mundo. Tem coisa melhor do que curtir uma praia, o campo ou ainda um turismo mais urbano com direito a compras? Entretanto, os planos de viagem podem complicar um pouco se você decidir levar seu cachorro a tira-colo. Isso porque uma viagem com um cão exige alguns cuidados extras, como a escolha do destino, meio de transporte e atividades.

Cachorros curtindo um passeio organizado pela Turismo 4 Patas

“É importante que o dono conheça o perfil do seu animal e busque roteiros compatíveis”, explica a turismóloga e proprietária da agência Turismo 4 Patas, Larissa Rios dos Santos. Para quem ainda não conhece, trata-se de uma empresa de turismo de São Paulo especializada e totalmente focada em pacotes para cães e seus donos. Com larga experiência no assunto, Larissa recomenda: “No geral, as opções que oferecem contato com a natureza são as mais indicadas pois oferecem liberdade, espaço e convívio com aquilo que faz parte do seu habitat natural”. Em outras palavras, permite que cães sejam o que realmente são: cães.

SE VOCÊ já pensou em levar seu cachorro em uma viagem ou nunca cogitou este possibilidade, ou ainda já passou por alguma experiência negativa na última viagem ou passeio com seu cachorro, não deixe de ler a entrevista exclusiva que a proprietária da agência Turismo 4 Patas Larissa Rios dos Santos deu para o CaninaBlog:

CANINABLOG: Quero fazer alguma atividade ou turismo com meu cão. Qual é a primeira coisa que devo levar em conta? 

Larissa Rios dos Santos: O mais importante de tudo é se perguntar: meu cachorro está saudável? Isto é, em boas condições de saúde – sem nenhum sintoma de doença, movimentando-se e alimentando-se normalmente e com as vacinasem dia. Se a resposta for sim, vamos ao segundo passo: mantê-lo saudável. É essencial proteger seu cachorro contra pulgas e carrapatos. Proteções extras também podem ser usadas caso o destino seja uma área endêmica do mosquito da Leishmaniose (existem coleiras e vacinas), ou, no caso de viagens ao litoral a proteção contra o famoso Verme do Coração.

CANINABLOG: Como deve ser feita a escolha do destino da viagem?

Larissa: Em alguns destinos pets são mais bem-vindos do que em outros. No litoral, por exemplo, normalmente cachorro não são vistos com bons olhos. Já os destinos rurais são extremamente acessíveis, além de oferecerem um maior leque de atividades compatíveis com a participação dos pets. Os chamados hotel-fazenda e pousada são bastante receptivos e dispõem de espaço onde os cachorros pode circular com mais liberdade e ter contato com a natureza.

Contato com a natureza é a melhor opção para cães, afirma a turismóloga Larissa

CANINABLOG: O porte, forma física e raça também devem ser levados em conta?

Larissa: Não tanto pelo porte ou pela raça, pois existem cães de porte pequeno, como os Jack Russels, que são extremamente enérgicos e suportam bastante atividade física. O mais importante nesse quesito é escolher atividades compatíveis com o temperamento e a resistência física do animal.  Ou seja, se o cachorro costuma somente caminhar pelo quarteirão, ele possivelmente não vai aguentar uma trilha de 10 quilômetros. Descer as corredeiras de um rio num bote com um peludo que tem (comprovadamente) pavor à água só vai traumatizá-lo para o resto da vida, entende?

CANINABLOG: Mas como posso saber se meu cão está curtindo o passeio ou atividade?

Larissa: Isso é muito fácil. Repare bem no balançar do rabo e no sorriso estampado na fuça (risos). Os cães são animais muito expressivos! Se ele se mostra à vontade, explora bem o lugar, sem medos, se pula, se esfrega no mato, corre, te chama para brincar ou interage com outros animais presentes, são sinais mais frequentes de felicidade.

NO PRÓXIMO  post com a turismóloga Larissa Rio da Turismo 4 Patas você irá descobrir o que não fazer quando viajar com seu cachorro. Não perca!

VEJA também no CaninaBlog:

Aniversário de São Paulo com muita cãominhada

Imagem da Semana: Turismo pet pelo centro de São Paulo

Turismo radical e ecológico para peludos

Viagem: Muita aventura canina em Brotas

Read Full Post »

EXCLUSIVO | SERIA mais um cachorrinho perdido em uma grande cidade se não fosse a boa vontade de uma menina e milhares de amigos da internet. Este caso verídico inspirou a nova campanha do Google Chrome no Brasil que foi lançada em rede nacional ontem a noite (20) no horário nobre da rede Globo.

CRIADA pela agência Neogama/BBH, a campanha mostra o caso real de um cão perdido na cidade de São Paulo que foi encontrado por uma menina. Com a ajuda de um grupo de jovens que trabalham em uma agência especializada em internet, a Bumaiê, batizaram o cão perdido provisoriamente de Boeing e decidiram criar um blog em busca dos verdadeiros donos do animal, o www.cademeudono.com.br.

COM mais de 15 mil acessos no YouTube e comentários nas redes sociais, o cachorrinho encontrou seu dono graças à uma marquinha de nascença no rabo e voltou a ser chamado pelo seu verdadeiro nome: Guga. Para a agência Neogama/BBH, esta história reforça o princípio de que o potencial da internet depende de como ele é explorado pelo usuário. Quem já utiliza a internet para fazer o bem aos cachorros fracos e desamparados sabe muito bem o que isto significa. Para assistir a propaganda, basta clicar na imagem de abertura.

VEJA também no CaninaBlog:

O cachorrão da propaganda do Bob’s

Vídeo: Será que cachorro gosta de sapatos?

Conheça Jerry, o astro da propaganda do Jetta

Read Full Post »

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=BVkAT_139kI&w=425&h=349]

EXCLUSIVO | SABE aquela cara de “pidão” que seu cachorro faz toda vez que você está comendo? Pois foi com essa ideia na cabeça que a agência NBS criou a nova campanha: “Bob´s: Não dá para controlar”.

A PROPAGANDA, batizada de “Cachorro”, já está na televisão aberta e mostra um Dog Alemão imenso sentado ao lado do seu dono e babando pelo hamburguer da pessoa sentada no banco em frente. Especialmente para quem mora em São Paulo, é fácil perceber que a peça foi gravada em pleno Parque do Ibirapuera.

AINDA não assistiu a propaganda dirigida por André Lima, Pedro Feyer e Marcello Noronha? Então clique na imagem de abertura e se divirta.

CONFIRA mais vídeos divertidos publicados aqui no CaninaBlog:

Para dar risada

Coisas que você não pode fazer se não for um cachorro

Cãobabá quase perfeita

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: