Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Bracannes’

Lei brasileira proíbe que cão seja transportado no colo ou ao lado do motorista

EXCLUSIVO |A LEI brasileira não é muito específica sobre o transporte de animais domésticos dentro do carro. Apenas diz que o animal não pode ser transportado do lado de fora do veículo, no colo  ou ainda ao lado motorista. E que estas irregularidades são passíveis de multa e pontos na carteira. Talvez por isso, muitos donos transportam seus cachorros soltos no banco traseiro. Mas a falta de informação em torno dos riscos do transporte inadequado é possivelmente o principal fator dessas irregularidades e consequentes acidentes.

Manter cachorro preso é mais seguro pra ele e para quem estiver dentro do carro

EMBORA não existam dados estatísticos sobre acidentes com animais, pois não são contabilizados como vitimas, sabe-se pelos jornais e televisão de várias tragédias causadas por bichos soltos não só nas ruas, mas também dentro do carro. “É comum também eles pularem pela janela, visto que não identificam que o veículo está em movimento”, retrata o engenheiro mecânico Denis Martins Rodrigues, que desenvolveu cintos de segurança especiais para animais de estimação fabricados pela marca Bracannes.

PARA tentar esclarecer para a população dos riscos de se manter cachorros soltos dentro do carro, será realizado neste sábado (10/11), das 10h30 às 14h, em São Paulo, o 1º Pet Safe. O evento contará com um circuito de palestras em torno do assunto e haverá ainda, ao vivo, um test drive em que serão simuladas situações onde cães bonecos são transportados com ou sem segurança.

UM DOS palestrantes do 1º Pet Safe será o engenheiro mecânico Denis Martins Rodrigues que concedeu uma entrevista exclusiva para o CaninaBlog a respeito do tema. Confira abaixo as principais partes dessa conversa:

CANINABLOG: Quais são os perigos de um cão solto dentro do veículo?

Denis Martins Rodrigues: Um animal, ou qualquer outra carga solta dentro do veiculo, é sempre um risco pra quem está em volta. No caso de um ser vivo, também é um risco para ele próprio. O que ocorre é que todos os elementos dentro do veículo estão na mesma velocidade do próprio veículo e, no momento do impacto, o que estiver solto permanece na mesma velocidade e só para quando bater em alguma coisa. Para se ter uma ideia da violência desse impacto, se cairmos do 3º andar de um prédio, atingimos a velocidade de aproximadamente 60km/h, ou seja, bater desprotegido a apenas 60km/h significa cair do 3º andar de um prédio.

CANINABLOG: Quais são as maneiras seguras de se transportar um cão dentro do carro?

Rodrigues: Como qualquer usuário de um veículo, o item mais importante de segurança ainda é o cinto de segurança. A caixa de transporte também proporciona a segurança dos demais usuários do veículo, desde que esteja bem ancorada no veículo e seja de boa qualidade para não haver quebras e estilhaços.

Evento contará com um test drive em que serão simuladas situações onde cães bonecos são transportados com ou sem segurança

Serviço:

1º Pet Safe

Data: sábado (10/11),

Horário: 10h30 às 14h

Endereço: Rua Minerva, 307. Perdizes, São Paulo – SP

Mais informações: (11) 3672-7093

LEIA também no CaninaBlog:

Nós testamos o cinto de segurança da Bracannes

Cachorro sozinho dentro do carro. Pode?

Como garantir a segurança do cachorro dentro do carro

Nós testamos a capa para carro Protege-Cão

Anúncios

Read Full Post »

O colete é conectado à uma das fivelas do cinto de segurança do carro

CANINABLOG RECOMENDA | MANTER seu cachorro seguro no banco traseiro é mais do que uma questão legal. O Código Nacional de trânsito prevê uma multa de trânsito caso o cachorro estiver solto dentro do carro e pular para o banco do motorista. No entanto, mais do que punir cachorros sapecas, o Código de Trânsito também está tentando evitar possíveis acidentes que podem ser até mortais.

POR mais que seja divertido ver um cachorro com a cabeça para fora do carro curtindo o vento ou ainda sentado no seu colo enquanto você dirige, esses dois comportamentos colocam a sua vida e até do seu melhor amigo em risco. Para se ter uma ideia, um animal de estimação com menos de 10 quilos pode quebrar um para-brisa durante um acidente. Caso o incidente aconteça enquanto o carro está de movendo a 50 quilômetros por hora, uma velocidade normal em grandes avenidas, um cão teria um peso equivalente a nada menos que 500 quilos.

IMAGINE então se o acidente acontecer em uma rodovia onde é permitido guiar a até 120 quilômetros por hora no Brasil. Pensando nisso, resolvi comprar um cinto de segurança para meu Fox Terrier Pelo Duro, o Ciccilo. Depois de avaliar alguns modelos no mercado, encontrei várias marcas bem frágeis e, por fim, optei pelo cinto de segurança da marca Dr Pet, fabricado pela Bracannes. Confira abaixo nossa avaliação feita durante uma longa viagem de férias:

EMBALAGEM: Muito boa

Toda transparente, a embalagem mostra bem o produto. No entanto, encontrei um pouco de dificuldade na hora de colocar o cinto no Ciccilo e na embalagem não havia instruções muito claras. É preciso de um pouco de paciência na hora de regular as fivelas e ajustar da forma correta no corpo do cachorro. No entanto, esse cuidado é essencial já que quanto mais ajustado, menor a chance de seu cão ter alguma fratura durante um acidente.

QUALIDADE: Ótima

É visível a qualidade dos cintos de segurança da Bracannes diante de outras poucas marcas encontradas no mercado pet. O cinto é confeccionado com fitas de poliamida utilizadas na indústria aeronáutica, argolas utilizadas nas selas de cavalos e mosquetões de alpinismo que agüentam carga de até 600 quilos. Além disso, é costurado com linha fio 40/60 de poliamida utilizada, por exemplo, na confecção de pára-quedas. Outros itens que também diferenciam a marca são os engates tipo lingüeta e os absorvedores de energia confeccionados em aço carbono garantindo a estabilidade do produto numa situação de impacto.

Produto evita que seu cachorro caia no vão entre o banco traseiro e dianteiro

ADAPTAÇÃO: Muito boa

O colete é conectado ao cinto de segurança do carro por uma fivela e mosquetão. Por isso é importante verificar se o modelo do seu carro possui a estrutura adequada ao cinto de segurança do seu pet. No site da Bracannes você pode verificar a maneira correta de fixar o cinto dentro o carro (clique aqui). A adaptação do Ciccilo com o cinto também foi rápida. Embora ele tenha sentido um pouco de incômodo nos primeiros minutos, assim como os humanos sentem quando usam o cinto de segurança, Ciccilo adorou não cair no vão entre o banco e os assentos dianteiro quando freamos bruscamente ou fazemos uma curva acentudada.

PREÇO: Muito bom

Como é de se esperar, o cinto da Bracannes não é o mais barato do mercado, cerca de R$ 90 o modelo pequeno (até 10 quilos). Entretanto, a qualidade do produto justifica o preço. Além disso, o colete do cinto de segurança pode ser usado como uma coleira, basta soltar o mosquetão da argola e colocar uma guia.

LEIA também no CaninaBlog:

Como garantir a segurança do cachorro dentro do carro

Transporte de animais em carros. Você conhece a lei?

Testamos o serviço de transporte da Webjet

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: