Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘cinema’

CINEMA | ESTREIA amanhã (4 de outubro) nos cinemas de todo Brasil uma comédia romântica em que a alma gêmea de um ser humano é um… quadrúpede. Essa é a história do filme “Mato sem Cachorro” que conta com os atores Bruno Gagliasso, Leandra Leal e, claro, um cachorro no papel principal, Guto (Dusty/Duffy).

DECO (Bruno Gagliasso) é um talento musical desperdiçado que vive jogado no sofá de casa. Até o dia em que conhece dois grandes amores: a linda radialista Zoé (Leandra Leal) e Guto (Dusty/Duffy), um cachorro que desmaia toda vez que fica animado. Os três vivem como uma família. Dois anos depois, Zoé dá um pé na bunda de Deco, fica com a guarda do cachorro e de sobra arruma um novo namorado. Deco, revoltado, toma as rédeas da situação e, com a ajuda do primo Leléo (Danilo Gentili), sequestra Guto.

Filme estreia 4 de outubro de 2013 no Brasil

Filme estreia 4 de outubro de 2013 nos cinemas de todo Brasil

ESTRELAS caninas de Hollywood

ENGANA-SE, entretanto, quem pensa que as grandes estrelas desse filme são Bruno e Leandra, figuras conhecidíssimas das telenovelas brasileiras. Alguns podem não se dar conta, mas “Mato sem Cachorro” conta com dois astros de Hollywood no elenco: Dusty e Duffy, que encarnam o personagem Sam da série “True Blood” quando este se transforma em cachorro.

OS DOIS machos adultos que interpretam  o protagonista Guto no filme, ambos da raça English Shepherd, Dusty e Duffy foram adotados e treinados pelo americano Boone Narr, experiente adestrador que preparou, entre outros, o mico de “Piratas do Caribe” e o akita de “Sempre ao seu Lado” – este último estrelado por Richard Gere. “Narr não quer saber apenas o que o animal deve fazer na cena, mas também que emoção deve transmitir”, conta a produtora Malu Miranda.

OS BASTIDORES

CONTRATADO após visitas a oito empresas californianas especializadas em adestramento para produções audiovisuais, Narr, junto ao adestrador cearense Vladinir Maciel, coordenou também o treinamento dos cinco filhotes de border collie que atuam no longa. A cada um foi ensinada uma habilidade específica como desmaiar, sair da caixa de papelão e sentar sem se assustar com a proximidade da câmera. Essa, no entanto, foi a etapa mais fácil do trabalho com os filhotes.

A PRIMEIRA dificuldade foi identificar uma variedade específica de border collie cujos filhotes se parecem com os de English Shepherd, não encontrados no Brasil. Foi programada, então, uma cruza para que os cães tivessem idade condizente com a de Guto no momento das filmagens. Concretizada apenas no último dia do cio da fêmea, a cruza felizmente deu origem a cinco cachorros marrons, a cor desejada, e três pretos. Doados pelo canil Cabanha Da Conquista, do interior de São Paulo, toda a ninhada foi adotada por integrantes da equipe e do elenco no fim das filmagens. Ao todo, mais de 55 cães e um gato participaram do filme, que contou com uma veterinária que ficava no set para cuidar exclusivamente dos animais e verificar que o elenco quadrúpede tivesse as melhores condições possíveis.

O humorista Danilo Gentili interpreta o primo de Deco, Leléo, que ajuda a sequestar Guto

O humorista Danilo Gentili interpreta o primo de Deco,
Leléo, que ajuda a sequestar Guto

CONTRACENANDO com cães

OS atores Bruno Gagliasso e Leandra Leal contam como foi a experiência de contracenar com a essa cachorrada toda:

BRUNO Gagliasso: “Já havia feito cenas com outros cachorros e com cavalos também. Na novela “Sinhá Moça” fiz várias cenas com cavalos, mas eles não eram personagens grandes como o Guto em “Mato sem Cachorro”. Fiquei impressionado com a dedicação, a obediência e a correção desses cães. São muito bem adestrados e ótimos profissionais, além de colegas muito agradáveis de elenco. Foi mais fácil contracenar com os cachorros do que com o Danilo Gentili (risos).”

LEANDRA Leal: “Nunca havia contracenado com animais com esse grau de profissionalismo de “Mato sem Cachorro”. Os treinadores eram incríveis. O set ficava em torno dos cachorros. Muitas vezes fiz cenas em que trocava olhares carinhosos com um deles e, na verdade, tinha um espeto de carne atrás de mim. O cachorro olhava através de mim para aquilo (risos). Quem assiste ao filme não imagina a quantidade de truques. É a magia do cinema!”

PARA assistir ao trailer do filme “Mato sem Cachorro” clique na imagem de abertura.

Read Full Post »

Filme dos estúdios Disney estreia dia 2 de novembro nas salas de cinema do Brasil

EXCLUSIVO | A DATA do lançamento no Brasil do novo filme do director Tim Burton não poderia ser mais propícia: 2 de novembro, Dia de Finados, e um pouco depois do Dia das Bruxas (31 de outubro). O novo longa-metragem em stop motion (em que os personagens são movimentados e fotografados quadro a quadro) conta a história de Victor Frankenstein, um garoto que cria filmes caseiros de horror estrelados pelo seu cachorro Sparky da raça Bull Terrier. Mas o mundo de Victor desaba quando seu melhor amigo de quatro patas morre.

PRODUZIDO em preto e branco, o filme “Frankenweenie” traz imagens marcantes, como quando Victor ressuscita o cachorro com uma descarga elétrica, bem ao estilo Frankstein. O menino tenta esconder sua criação por algum tempo, mas quando Sparky escapa, os colegas de sala de Victor, seus professores e toda a cidade ficam horrorizada ao saber que ele está vivo. Além disso, o que Victor não esperava era que seu melhor amigo voltasse com hábitos, digamos, um pouco diferentes.

O FILME está sendo lançado pelos estúdios Disney. Mas não espere aquele formato cheio de cores e música tradicionais de Walt Disney. O filme que chega as salas de cinema no Brasil também na versão 3D tem a cara de Tim Burton, ou seja, um aspecto bem sombrio característico do também diretor da nova versão de “Alice no País das Maravilhas” para os cinemas.

CURIOSO a respeito desse novo filme de Tim Burton? Para assistir ao trailer em português de “Frankenweenie”, basta clicar na imagem abaixo:

LEIA também no CaninaBlog:

Diretor Tim Burton promete cão Frankenstein

Um cachorro no País das Maravilhas

Read Full Post »

Diretor Brandon Camp e adestrador Mark Forbes procuram cachorro em abrigo

CINEMA | QUEM tem 30 anos ou mais certamente vai lembrar de Benji, um cãozinho SRD que estrelou mais de cinco filmes e ainda uma série na TV americana. Para a alegria dos cachorreiros mais nostálgicos, o simpático cãozinho, uma mistura de Border Terrier, Cocker Spaniel e Schnauzer deve ganhar um remake no cinemas.

O ANÚNCIO surgiu depois que Brandon Camp, roteirista, produtor e diretor do remake de Benji, e o adestrador Mark Forbes, avisaram que estão em busca de um cachorro para viver o protagonista do filme.  Como o Benji original era uma mistura, a dupla tem procurado a futura estrela do cinema em abrigos de cães no país. Uma dessas buscas aconteceu na cidade de Mission Hills, em Los Angeles, onde encontraram um Fox Terrier de três meses chamado Fairfield (imagem de abertura).

Primeiro filme bom Benji foi lançado em 1974

A RELAÇÃO de Camp com o personagem canino é antiga pois foi seu pai quem criou o Benji original há quarenta anos.

HISTÓRIA de Benji

PARA quem não conhece ou nunca assistiu um filme sobre Benji, saiba que o personagem foi lançado em 1974 e, desde então, ganhou cinco sequências e uma série na TV americana, a Benji, Zax & the Alien Prince. (Fonte: Terra)

CURIOSO sobre a história do personagem Benji no cinema ou ainda quer relembrar os bons tempos de Sessão da Tarde com o cachorrinho aventureiro? Então clique na imagem abaixo e assista um pedacinho das suas aventuras.

Read Full Post »

O cachorro Uggie fez a festa na premiação do filme "O artista" no Oscar de 2012

EXCLUSIVO | O FILME francês O artista ganhou os principais prêmios do Oscar 2012. Na cerimônia realizada no dia 27 de fevereiro em Hollywood, nos Estados Unidos, a produção levou as estatuetas de melhor filme, diretor e ator. Com dez indicações, levou ainda as distinções de figurino e trilha sonora original.

NA COMEMORAÇÃO como no filme, entretanto, um ator com menos de 10 quilos roubou a atenção de todos. Foi o cão Uggie, da raça Jack Russel Terrier, que fez a maior festa no maior prêmio do cinema ao vestir uma elegante gravata e dar seus pulinhos no palco. O cachorro já havia feito sucesso durante a entrega do Globo de Ouro, em janeiro, ao desfilar no tapete vermelho. Na época, um porta da Weinstein Company, distribuidora de O artista, havia informado que o ator canino não havia recebido o convite ou credencial para a festa. Por isso não daria o ar da sua graça no Oscar.

O Doberman Blackie brilhou no filme "A invenção de Hugo Cabret"

A ORGANIZAÇÃO do festa da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood deve ter mudado de ideia depois que soube que Uggie é um cão premiado. O cachorrinho recebeu o maior prêmio pet do cinema, o Golden Collar Awards, uma espécie de Oscar dos animais. O Jack Russel estava concorrendo duplamente, pela atuação em O artista e por seu papel como Quennie, a cadelinha da produção Água para elefantes.

UGGIE ganhou o Oscar animal de outro pet que atuou no também premiado filme do diretor Martin Scorcese, A Invenção de Hugo Cabret, o Doberman Blackie. Diferente dos papéis de cão bonzinho de Uggie em O artista e Água para elefantes, Blackie interpreta um cão muito bravo e temido por todas as crianças da história. O prêmio recebido por Uggie provavelmente fechará com chave de ouro a carreira do Jack Russel. Seu dono e treinador Omar Von Muller aunciou que o pequeno artista está encerrando sua carreira nos cinemas.

VEJA também no CaninaBlog:

Animação Tintim leva o Globo de Ouro

Elizabeth Taylor e seu eterno amor por cães

Aniversário de 50 anos do filme 101 Dálmatas

Uggie também foi a estrela da noite no Globo de Ouro deste ano

Read Full Post »

Para assistir ao trailer, clique na imagem

EXCLUSIVO | SE VOCÊ nunca tinha ouvido falar dos personagens Tintim e Milu antes do filme As Aventuras de Tintim dirigido por Steven Spielberg, não fique constrangido. Afinal, a dupla foi criada no final da década de 1920 pelo autor belga Hergé e há muitos anos o desenho animado não é exibido no Brasil – nem mesmo na televisão a cabo. Somente os mais fissurados por quadrinhos é que conheciam essa dupla de encrenqueiros.

ENTRETANTO, se julgar pelo resultado da produção no Globo de Ouro deste ano, o jovem repórter  Tintim e seu fiel amigo Milu chegaram para ficar. O filme As Aventuras de Tintim recebeu este final de semana o prêmio de Melhor Animação pela Associação da Imprensa Estrangeira em Hollywood, considerada por muitos uma prévia do Oscar.

NO REINO Unido o filme alcançou o topo do ranking de bilheteria logo em sua primeira semana de estréia. Aqui no Brasil, o filme chega aos cinemas no próximo dia 20 de janeiro e será exibido com opção em 3D. Aliás, muito recomendado por quem já assistiu.

QUEM voltar do cinema fã de Tintim e Milu também terá a opção de comprar o jogo As Aventuras de Tintin para tablet e se divertir no papel tanto do jornalista como do amigo canino (um cachorro da raça Fox Terrier). O jogo segue o roteiro do filme e mostra quando a dupla descobre que o modelo de um antigo navio comprado em uma feira de rua contém um grande segredo. Sempre atraídos pela aventura, a dupla fica na mira do terrível Ivan Ivanovitch Sakharin e percorre meio mundo para desvendar o mistério.

PARA assistir ao trailer do filme, clique na imagem de abertura ou aqui.

VEJA também no CaninaBlog:

Nova animação Rio e o divertido Bulldog Luiz

Elizabeth Taylor e seu eterno amor por cães

Aniversário de 50 anos do filme 101 Dálmatas

Read Full Post »

TODO DONO de um cão da raça Fox Terrier sabe que o personagem Milu, companheiro inseparável do repórter Tintim criado pelo quadrinista belga Hergé, foi inspirado na raça. Para quem não sabia, basta assistir o trailer do filme “As Aventuras de Tintin: O segredo do Licorne”, que será lançado no próximo mês de novembro no Brasil.

DIRIGIDO por Steven Spielberg, o primeiro longa da trilogia de Tintim foi digitalizado pela companhia neozelandesa de Peter Jackson. O filme é baseado nos quadrinhos criados por Hergé e terá como grande herói o jovem repórter Tintin.

Filme será lançado em novembro no Brasil

AS AVENTURAS de Tintim se tornaram livros que venderam cerca de 200 milhões de cópias e foram traduzidas para mais de 50 línguas – além de adaptações para o teatro e animação. Mas pela primeira vez em 70 anos ganhará a telona numa produção da Paramount e da Sony Pictures.

ASSISTA ao trailer do filme clicando na imagem de abertura e confira o Fox Terrier Milu ao lado do seu melhor e inseparável amigo.

LEIA também no CaninaBlog:

Elizabeth Taylor e seu eterno amor por cães

Aniversário de 50 anos do filme 101 Dálmatas

Marilyn Monroe sob o ponto de vista de Maf, seu cachorro

Read Full Post »

A atriz descobriu sua paixão por cães ao atuar ao lado de Lassie quando ainda era uma criança

EXCLUSIVO | A MORTE da atriz Elizabeth Taylor, aos 79 anos, deixou muitos cinéfilos de luto. Mas pouca gente sentirá tanta saudade da atriz como seus cachorros. A belíssima atriz dos olhos cor de violeta ficou famosa por suas atuações no cinema e também por sempre estar acompanhada dos seus peludos.

SUA paixão por cães começou quando a atriz ainda era uma criança e co-estrelou nos clássicos filmes com Lassie, a estrela canina. Esse amor se tornou tão forte que aos 60 anos Elizabeth ganhou como presente um descendente do cachorro da raça Collie que atuou como Lassie na primeira versão do filme.

Elizabeth Taylor era constantemente fotografada ao lado dos seus cães

MAS não eram os Collies a verdadeira paixão da atriz de Hollywood. Mas sim os cães da raça Pequinês que eram constantemente fotografados ao lado de Elizabeth em hotéis, eventos e até mesmo nos sets de gravação. Entretanto, mesmo uma atriz de sucesso como Elizabeth Taylor possuía alguns problemas para circular ou viajar com seus cães.

CERTA vez a atriz foi convidada a estrelar um filme na Inglaterra e, como sempre, Elizabeth tentou levar seus melhores amigos caninos. Foi assim que surgiu um problema diplomático, pois a Inglaterra exigia um período de seis meses de quarentena para qualquer cão trazido para o país. Taylor encontrou uma solução inteligente (e caríssima) para o problema: manteve seu iate atracado no rio Tamisa, que corta a capital Londres. Para Elizabeth Taylor, o amor por seus cães não tinha preço.

LEIA também no CaninaBlog:

Aniversário de 50 anos do filme 101 Dálmatas

Marilyn Monroe sob o ponto de vista de Maf, seu cachorro

Palm Dog premia melhor cão ator em Cannes

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: