Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘íngua’

Ator Reynaldo Gianecchini na campanha para a SUIPA, entidade protetora de animais

EXCLUSIVO | O PESADELO vivido pela presidente Dilma Rousseff e, mais recentemente, pelo ator Reynaldo Gianecchini, também pode atingir os cachorros. Um dos principais sintomas é fácil de identificar: o inchaço nos principais gânglios do corpo, como o pescoço, axilas, virilha, abdômen, tórax e pernas.

ESTES também são os primeiros pontos observados por um veterinário quando há uma suspeita de câncer. “O sistema linfático é composto por gânglios que são distribuídos por todo o corpo e interligados por finos canalículos que drenam a linfa. Os animais, assim como os humanos, também podem desenvolver câncer nesse sistema linfático e um dos principais sinais da doença é o aumento desses gânglios”, conta a veterinária Paula Cava, responsável pelo Serviço de Oncologia do Hospital Veterinário Pet Care.

Presidente Dilma foi curada de Linfoma e hoje pode curtir passeios com seu cachorro Nego

TAMBÉM conhecido como “íngua”, esse inchaço pode ser encontrado através do tato em pontos específicos, de forma generalizada ou ainda em exames laboratoriais. Mesmo depois de tantos exames, na maioria das vezes, o fator que desencadeou o aparecimento da doença é desconhecido, principalmente em cães.

TRAMENTO eficaz

EMBORA o Linfoma apresente um risco como todo câncer, a doença tem uma boa resposta ao tratamento e a quimioterapia usada não tem os efeitos colaterais agressivos que encontramos em outros tipos de tumores. “A decisão de tratar o Linfoma nunca é uma decisão fácil de ser tomada, principalmente por que associamos o nome quimioterapia àquilo que já sabemos ou conhecemos no tratamento das pessoas com câncer, como queda de cabelo, perda de peso, vômitos e não raramente muito sofrimento físico e psicológico”, explica a veterinária. “O objetivo do tratamento é controlar a doença e proporcionar qualidade de vida aos pacientes. Nos animais os efeitos colaterais das drogas usadas é muito menor do nas pessoas”, garante.

O TRATAMENTO completo normalmente é feito durante seis a 12 meses e as taxas de sucesso no tratamento são de 70 a 80%. “Nós temos vários animais tratados e em tratamento para Linfoma, sendo os cães o maior número e com melhor resposta”, diz. “Geralmente dentro de uma semana após o início do tratamento já observamos uma melhora acentuada, com a diminuição visível dos gânglios que estavam aumentados”, finaliza a veterinária responsável pelo Serviço de Oncologia do Hospital Veterinário Pet Care.

LEIA também no CaninaBlog:

Doenças que (infelizmente) compartilhamos com os cães

Câncer canino: tratamentos possíveis

Câncer canino: como prevenir?

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: