Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘paulistano’

"O preço dos alimentos industrializados para pets é mais elevado que o do feijão", afirma diretor comercial de uma distribuidora de alimentos pet

"O preço dos alimentos industrializados para pets é mais elevado que o do feijão", afirma diretor comercial de uma distribuidora de alimentos pet

PESQUISA | NÃO é novidade para ninguém que o Brasil é o segundo maior mercado pet do mundo, perdendo apenas para os EUA, e que nós somos loucos por cachorros. Mas uma pesquisa divulgada Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) pode deixar muita gente espantada. A nova Pesquisa de Orçamento Familiar (POF) brasileira revelou um aumento nos gastos dos paulistanos com artigos para os animais de estimação em relação aos gastos com o feijão. Segundo o estudo, as famílias que vivem na cidade de São Paulo gastam uma fatia equivalente a 0,55% do seu orçamento com a alimentação industrializada de cães e gatos.

MUDANÇA de comportamento

ESSA verdadeira ‘gastança’ com a cachorrada pode revelar uma mudança no comportamento das famílias nas grandes cidades, como casais que trocaram cachorros por filhos, além de um aumento no poder aquisitivo do brasileiro.

JÁ PARA o diretor comercial da Pet Show Rio, distribuidora da fabricante Royal Canin no Rio de Janeiro, Luiz Fernando de Albuquerque, a pesquisa indica a preocupação do brasileiro com a melhor qualidade de vida dos pets. “Os animais domésticos são cada vez mais vistos como membros da família, portanto, têm recebido cuidados específicos, visando sua qualidade de vida”. Afinal, até pouco tempo era comum encontrar animais comendo restos de comida.

COMPARAÇÃO entre os gastos

QUANTO à polêmica do valor das despesas com os animais ser maior do que os gastos com o feijão, o diretor comercial da distribuidora de alimentos pet Akron, Nelo Marraccini Neto, defende: “O preço dos alimentos industrializados para pets é mais elevado que o do feijão, fazendo os consumidores gastarem naturalmente mais com seus bichos”. Além disso, para Neto o alimento é o único consumido pelos animais, diferentemente do feijão, que pode ser substituído por outros ingredientes. “Não podemos comparar esses dois tipos de gasto. Felizmente, o paulistano tem desfrutado de uma boa fase na economia, refletindo nas despesas com produtos que antes não podiam dispor”, completa.

QUAL é a sua opinião sobre esse tema? Aguardamos seus comentários.

LEIA também no CaninaBlog:

Será que meu cão precisa se alimentar mais no frio?

Mitos e verdades sobre alimentação canina

Anúncios

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: