Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘São Paulo’

Cãorrida

Cãorrida contará com eventos paralelos para quem não participar da competição

AGENDA| GOSTA de praticar esportes na companhia do seu cachorro? Então não perca neste domingo (28) a 1ª Cãorrida Shopping Aricanduva, evento esportivo promovido pela Pet Party e SportsFuse, empresas especializadas em eventos para animais de estimação e na organização de competições esportivas. A programação ocorre no estacionamento do Shopping Interlar Aricanduva, na zona Leste de São Paulo, e promete reunir 1,5 mil duplas de participantes.

SE VOCÊ se interessou e quer participar, não perca tempo e faça sua inscrição pelo site da Cãorrida (clique aqui) ou no posto fixo no próprio Shopping Aricanduva. As vagas são limitadas e o valor da prova vai depender da modalidade: R$ 30 para quem optar pela corrida ou R$ 15 para a caminhada. À exemplo do que acontece em competições para humanos, os participantes da Cãorrida receberão um kit pré prova com camiseta oficial, bandana canina, luvas  coletoras, dentre outros brindes dos patrocinadores.

“CONTAREMOS com uma equipe médica para os proprietários e ainda uma tenda que vai funcionar como hospital veterinário para os cães, assim garantimos a segurança dos participantes”, explica Alessandro Zonzini da SportsFuse. Para quem não conseguiu se inscrever, a Cãorrida também contará com eventos paralelos para quem não participar das competições esportivas, como uma arena com tendas temáticas oferecendo atividades recreativas como shows de agility. Destaque também para a Tenda Pet Gourmet, onde os animais poderão se refrescar tomando a Dog Beer, cerveja sabor carne e sem álcool, ou ainda degustar o Ice Pet, sorvete sem açúcar e gordura para os peludos.

AO final das provas, todos os participantes ganharão um kit com brindes e frutas para recompor as energias. E como não poderia faltar, no tradicional pódio serão premiados os cinco primeiros colocados de cada categoria: Corrida 2,8km – feminino e masculino e Corrida 1,4km – feminino e masculino. Todos ganharão troféu e kit com produtos dos patrocinadores.

Serão premiados os cinco primeiros colocados de cada categoria

Serão premiados os cinco primeiros colocados de cada categoria da 1a Cãorrida em São Paulo

 Cãorrida Shopping Aricanduva

Data: 28 de julho de 2013 (domingo)

Horário: 7h às 12h

Local: estacionamento do Shopping Interlar Aricanduva

Endereço: Av. Aricanduva, 5555 – São Paulo/SP

Inscrições:  www.caorrida.com.br ou no posto fixo no Shopping Aricanduva (de segunda a sexta, das 10h às 22h; domingo, das 14h às 20h).

Período de inscrições: até 25 de julho de 2013

VEJA também no CaninaBlog:

Surfe canino: esporte une donos e seus cães

10 razões para você e seu pet praticarem agility

Benefícios da natação para os cães

Viagem: Muita aventura canina em Brotas

Anúncios

Read Full Post »

Protestos no Brasil contaram com a presença de defensores da causa animal

Protestos no Brasil contaram com a presença de defensores da causa animal

EXCLUSIVO | AS RUAS do Brasil foram tomadas de manifestantes no último mês. Embora tudo tenha começado por protestos contra o aumento da tarifa de ônibus, aos poucos, milhares de pessoas passaram a bloquear ruas por outras pautas: saúde, educação, corrupção e, entre elas, a causa animal. Não é à toa que testemunhamos vários bichos, cachorros principalmente, acompanhando seus donos nas passeatas.

ENTRE as pessoas que foram às ruas se manifestar pela causa animal estava o advogado Guilherme Pessoa Franco de Camargo, especialista em Direito Animal e fundador do grupo “Não Vote em Quem é Contra os Animais”, atualmente com 119 mil membros. Ao lado de 40 mil manifestantes em Campinas, interior de São Paulo, lutou mais uma vez por reivindicações antigas da causa animal, como: mais hospitais públicos veterinários; a criação e desenvolvimentos de órgãos administrativos voltados aos animais, como a Secretaria de Defesa Animal ou Conselhos de Proteção Animal; abrigos públicos; e leis mais severas aos maus tratos de animais.

Guilherme Camargo é especialista em Direito Animal e fundador do grupo “Não Vote em Quem é Contra os Animais”,

Guilherme Camargo é especialista em Direito Animal e fundador do grupo “Não Vote em Quem é Contra os Animais”,

O CANINABLOG conversou com o advogado Guilherme Pessoa Franco de Camargo a respeito dessas manifestações públicas e revelou porque quem gosta de bichos ainda tem muito pelo que lutar. Confira as melhores partes dessa conversa:

CANINABLOG: Você percebeu outras pessoas defendendo a causa animal nessas manifestações?

Guilherme Camargo: Sim, dezenas de pessoas. Algumas até levaram seus cachorros (algo que censuro em razão dos acontecimentos de violência e depredação). Aliás, era uma das maiores causas de representação.

CANINABLOG: Que tópicos ligados a causa animal estão esquecidas ou ainda não foram discutidas pelos políticos ou dependem de apoio político?

Camargo: Principalmente aquelas ligadas aos crimes de rodeio e a estruturação administrativa interna da causa animal (desmembrada do meio ambiente ou da pasta de saúde pública) na esfera federal. As demais matérias estão sob os holofotes dos políticos e algumas inclusive em discussão atualmente no Congresso Nacional, tais como a criação de hospitais públicos e o aumento da pena para crimes contra os animais.

CANINABLOG: Você acredita que uma manifestação pública como essa tem algum efeito concreto?

Camargo: A manifestação pública é a forma mais eficaz de pressionar os políticos e promover mudanças. Os próprios protetores ligados à causa animal já praticam esses protestos há anos. As passeatas são a expressão maior das reivindicações gerais de certos movimentos. A causa animal tem uma boa oportunidade de obter novos direitos ou assegurar aqueles já adquiridos. A causa animal, dada sua grandeza de representação, deveria promover mais protestos (conjuntos ou próprios) pelo Brasil inteiro.

LEIA também no CaninaBlog:

“O respeito aos animais revela a personalidade do político”

Quais são os direitos legais dos cachorros?

O incrível crescimento dos hospitais veterinários

Meu cão foi atacado por outro cachorro. O que devo fazer?

Read Full Post »

Loja Starbucks no bairro Itaim Bibi em São Paulo tem espaço pet

Loja Starbucks no bairro Itaim Bibi em São Paulo tem espaço pet

NOVIDADE | O FRIO chegou de vez na maior parte do Brasil. Assim como a vontade de tomar aquele café, chocolate ou chá quente para aquecer o corpo e o coração. Cachorro nenhum está autorizado a consumir bebidas quentes, mas nem por isso ele precisa  ficar de fora. Tem coisa melhor do que sentar no sofá com seu cachorro enroladinho ao seu lado debaixo do cobertor? Ou ainda levar seu cachorro para passear em um dos cafés da sua cidade? Para tornar essas duas opções possíveis, o CaninaBlog reuniu duas sugestões.

Caneca é vendida no site da loja Oppa por R$ 39,90

Canecas são vendidas no site da loja Oppa por R$ 39,90

A PRIMEIRA é exclusiva para quem mora ou visita a cidade de São Paulo. A rede americana de cafeterias Starbucks inaugurou há cerca de um mês mais uma loja no bairro Itaim Bibi, especificamente na movimentada esquina das ruas Bandeira Paulista com Jesuíno Arruda. O melhor da nova loja? O ensolarado deck externo decorado com mesas ao ar livre onde os cães são super bem-vindos. Tanto que a Starbuck instalou um bebedouro com água fresquinha para os pets. É chegar, pedir um café e relaxar na companhia do seu melhor amigo.

São vários modelos de caneca pet de 300ml

São vários modelos de caneca com estampa pet de 300ml

CANECAS descoladas

NÃO mora nem tem planos de viajar para São Paulo? Então aproveite o aconchego do seu sofá e prepare aquela bebida quente favorita em uma dessas canecas super divertidas vendidas na loja de decoração Oppa. Cada caneca com toque pet (e são vãrios modelos) é vendida pelo site da loja por R$ 39,90. Uma ótima dica de presente para aquele amigo ou amiga que curte cachorro tanto quanto você. Aliás, a campanha de inverno da Oppa é com um charmoso cachorrinho da raça Jack Russel. Vale conferir!

LEIA também no CaninaBlog:

Inverno: Banho seco é opção para os dias frios

Inverno: Como proteger seu pet do frio

Será que meu cão precisa se alimentar mais no frio?

Read Full Post »

Ciccilo brincando na pista de agility do Clube de Cãompo

Ciccilo brincando na pista de agility do Clube de Cãompo

CANINABLOG RECOMENDA | O PLANEJAMENTO da minha viagem no feriadão de Páscoa começou muito antes dos primeiros ovos de chocolates lotarem os supermercados. Antes mesmo de comprar as passagens e reservar o hotel, comecei a organizar a estadia de Ciccilo, meu Fox Terrier, nos cinco dias que planejava passear pelo Nordeste brasileiro. Como essas mini férias aconteceriam na praia (lugar que cachorro não pode e não deve ir por questões de saúde), achei melhor encontrar um local adequado e divertido para ele curtir durante a minha ausência. Encontrei em Itú, cidade à cerca de 100 quilômetros da capital São Paulo, o Hotel Clube de Cãompo.

CHEGANDO no hotel na companhia de Ciccilo e de sua amiguinha Dulce, ficamos espantados com a organização do hotel pet. Com 60 mil m² de área total, o hotel administrado e criado pelo veterinário Aldo Macellaro Jr contém uma arquitetura pensada a partir do tamanho do cão. Os de pequeno porte, por exemplo, ficam em uma casa separada que lembra em muito o próprio lar e um funcionário dorme no local para garantir a segurança dos pequenos. Evitando assim o estressse da ausência do dono e da sua própria casa.

Ciccilo voltou em forma depois dos 5 dias de hospedagem

Ciccilo voltou em forma depois dos 5 dias de hospedagem em Itú, interior de São Paulo

CICCILO e Dulce não viam a hora de correr por um dos vários pátios cercados onde os onde os cães são soltos por algumas horas por dia para brincar e interagir com outros hóspedes ou, se for necessário, somente com o funcionário do hotel. O dia estava especialmente quente e, depois de várias corridas e brincadeiras, Dulce e Ciccilo aproveitaram a sombra das muitas árvores existentes no hotel. Com essa primeira impressão positiva do Hotel Clube de Cãompo, fiz a reserva e combinamos o delivery de Ciccilo no feriadão da Páscoa. Confira agora nossa avaliação:

ESTRUTURA | EXCELENTE

O HOTEL Clube de Cãompo possui estrutura para receber mais de 100 cães ao mesmo tempo. Na nossa visita, todos os canis estavam limpos e verifiquei que possuíam um pequeno pátio com opção no sol e coberto. Além disso, os canis dos cães de grande porte contam com um bebedouro com água corrente e tablado para que a cama não fique em contato direto com o chão. Os canis são limpos diariamente enquanto os bichos brincam em um dos vários pátios cercados do hotel ou fazem a segunda atividade do dia, um passeio na guia.

RESERVA | EFICIENTE

SEMPRE faço a reserva do hotel do Ciccilo com pelo menos 1 mês de antecedência, especialmente se for para o período de férias ou feriado. A ficha requerida pelo Hotel Clube de Cãompo era bem completa e a reserva foi facilmente realizada.

Ciccilo pode até resistir um pouco, mas acaba sempre aproveitando a piscina

Ciccilo pode até resistir um pouco, mas acaba sempre aproveitando a piscina

DELIVERY | MUITO BOM

NA ficha de reserva de Ciccilo especifiquei o dia e endereço de busca e entrega de Ciccilo. Faltando alguns dias para a minha viagem, um dos funcionários do hotel me ligou verificando a possibilidade de antecipar a busca por causa de problemas técnicos. Como isso não era possível, remarcamos para o dia seguinte, mas pedi que acontecesse antes do meio-dia. A promessa foi cumprida e às 10h da manhã Ciccilo já estava na van totalmente identificada com o nome do hotel. Mas acho que seria bacana que na ficha de reserva houvesse a possibilidade de optar não só pelo dia, mas também pelo período, ou seja: manhã, tarde ou noite.

ATENDIMENTO | MUITO BOM

NÃO RECEBI nenhuma notícia de Ciccilo durante a estadia, serviço oferecido pelo hotel anterior em que meu pet ficou hospedado. Mas um dia depois da entrega do meu filho canino, um funcionário ligou perguntando se Ciccilo tinha chegado bem, se eu tinha alguma reclamação – achei isso ótimo! Além disso, mandaram, alguns dias depois, um link com várias fotos dele aproveitando a estadia (veja aqui).

ENTREGA | MUITO BOM

EU NÃO estava em casa quando Ciccilo chegou. Mas minha diarista o recebeu e contou que ele estava muito feliz, mas também com muita sede. Bebeu o pote inteiro de água do potinho. Deve ter sido o percurso de 100 quilômetros entre o hotel e nossa casa que o deixou cansado e sedento (ele odeia andar de carro). Fiquei muito feliz ao perceber também que deram a quantidade certinha de ração diária para Ciccilo (geralmente, isso é um pouco negligenciado pelos hotéis). Ele também voltou super em forma do Clube de Cãompo, prova de que fez muitos exercícios durante suas férias de Páscoa!

NÃO deixem de ver todas as fotos de Ciccilo nas férias no Clube de Cãmpo clicando aqui .

LEIA também no CaninaBlog:

Nós experimentamos o Pet Hotel Férias do Dono

Vai deixar seu cachorro em um hotel pet?

Férias: Hotel pet, com amigos ou no conforto do lar?

Read Full Post »

Feira terá entrada gratuita e aberta ao público no fim de semana

Evento terá entrada gratuita ao público no sábado e no domingo (9 e 10 de março)

AGENDA | COM a segunda maior população de cães e gatos do mundo, o Brasil é hoje também é o segundo país que mais fatura com produtos pet. Nada menos que 2 milhões de toneladas de comida pet são consumidas por ano, sendo que o gasto médio do brasileiro com seu bicho de estimação é de R$ 390 por mês. Diante desse cenário, a indústria tem mostrado seus lançamentos em feiras pet que se multiplicam pelo país.

A CIDADE que mais recebe eventos profissionais no Brasil, São Paulo, também será anfitriã da Pet Show, Feira Internacional de Animais e Produtos Pet, a partir de amanhã (7) até domingo (10 de março de 2013) a 3ª edição no Centro de Exposições Imigrantes. O evento é fechado aos profissionais nos primeiros dois dias, mas no fim de semana é aberto ao público e tem entrada gratuita.

Atriz Karina Bachi e seu cachorro Joy participarão da abertura

Atriz Karina Bachi e seu cachorro Joy estarão na abertura do evento

PROGRAMAÇÃO

A FEIRA promete ser focada em novidades e tendência do mercado pet, como inovações da medicina veterinária, novidades em laboratório e saúde animal, roupas e acessórios, tecnologias em equipamentos para pet shops, brinquedos, medicamentos e alimentos com sabores exclusivos. Ou seja, tudo aquilo que você encontrará nos cerca de 4 mil petshops existentes no Brasil serão antecipados por mais de 80 empresas expositoras na Pet Show.

DESTAQUE para o evento de abertura quinta-feira, fechado aos profissionais do setor as 12h30, que contará com a presença da atriz Karina Bacchi e seu cachorrinho Joy. Mas no fim de semana os organizadores afirmam que não faltarão atrações para o público final. Na agenda do evento constam apresentações de agility, free style e frisbee dog; demonstração de mondioring (modalidade esportiva com cães) e de game dog com cães da raça Pitbull, e muito mais.

AGENDApetshow

Pet Show 2013| Feira Internacional de Animais e Produtos Pet

Data: 07 a 10 de março de 2013

07 e 08/3, das 13h às 20h30 – somente profissionais do setor

09 e 10/3, das 10h às 19h – aberto ao público

Local: Centro de Exposições Imigrantes

Entrada gratuita

Mais informações: www.feirapetshow.com.br

LEIA também no CaninaBlog:

O desafio de produzir ração mais barata e de qualidade

O incrível mercado de remédios pet

Read Full Post »

Agressividade ou medo podem atrapalhar o exame veterinário

Agressividade ou medo nos cães pode atrapalhar o exame veterinário

EXCLUSIVO | CACHORROS podem ter as mais diversas reações diante de um veterinário. Alguns tremem e fazem até xixi de medo. Outros ficam extremamente agressivos e tentem morder quem aparecer de jaleco (é o caso do meu Ciccilo). E ainda o despreocupado que deixa o veterinário praticamente virá-lo do avesso. Se o seu cachorro se encaixa no primeiro e segundo caso, esse post é para você. Veterinário do Pet Care, Centro Veterinário localizado me São Paulo, Marcelo Quinzani está acostumado a receber todo perfil de paciente canino. Segundo ele, a maioria mostra um comportamento que remete a insegurança e medo. “Dependendo da personalidade do cão, ele pode manifestar isso com agressividade ou timidez”, relata.

O VETERINÁRIO ainda explica que um cão de caráter dominante (também chamado de “alfa”), pode latir muito, ser agressivo ou investir contra outros animais e o veterinário. Já um cão mais tímido e submisso tende a se manifestar com tremores, escondendo-se junto ao dono. Mas Quinzani salienta: “Independente do tipo de caráter, esse comportamento pode atenuar-se quando o animal já se acostumou com a clínica devido às visitas constantes, deixando ele mais seguro em relação ao lugar”.

 Marcelo Quinzani é diretor clínico do Hospital Veterinário Pet Care de São Paulo

Marcelo Quinzani é diretor clínico do Hospital Veterinário Pet Care

CONVERSAMOS com o veterinário do Hospital Pet Care Marcelo Quinzani sobre a relação do veterinário e do cachorro. Confira abaixo as principais partes dessa conversa:

CANINABLOG: Se um dono percebe que o cachorro morre de medo do veterinário, deve pensar em mudar de profissional?

Marcelo Quinzani: Em um primeiro momento, não. Devemos mostrar para o cão que ele está seguro e que o dono esta ali para protegê-lo. Se isso se torna constante e o animal realmente não gosta do lugar, pode tentar mudar e ver se muda esse comportamento. Assim como as pessoas, existe a empatia movida exclusivamente por situações agradáveis. Muitas vezes o animal não gosta do lugar ou do veterinário por que ele teve uma experiência ruim e isso ficou marcado na memória dele. Se ele visitar o veterinário em uma situação agradável, como uma consulta de rotina ou mesmo um bom banho, pode perder esse medo.

CANINABLOG: Como o dono pode ajudar seu cão a reagir melhor diante do vet ou na hora de realizar exames?

Quinzani: Mostrando para ele que não tem problema e que ele está seguro. Acolher o animal de forma efusiva pode significar que ele realmente está correndo risco e isso pode deixar o animal mais inseguro. Muitas vezes, somente com palavras de conforto, sem tocar o animal, deixando que o veterinário o segure, pode mostrar ao cachorro que o dono dele confia no veterinário e que ele também deve confiar.

Cães podem memorizar experiências dolorosas com vets e clínicas

Cães podem memorizar experiências dolorosas com veterinários e clínicas

CANINABLOG: Quando o uso de focinheira e/ou anestesia é recomendada?

Quinzani: Somente em último caso, quando o animal não coopera de forma alguma. Geralmente isso acontece em animais adultos que não foram treinados ou que não tiveram contato prévio com o veterinário. Com filhotes, quando se percebe esse tipo de comportamento, deve se adestrar o quanto antes.

CANINABLOG: Um cachorro que não reage bem diante do veterinário pode prejudicar a avaliação clínica?

Quinzani: Evidentemente. Nos animais agressivos ou com muito medo, alguns parâmetros mudam consideravelmente, como pressão arterial, batimento cardíaco e até mesmo a resposta a dor. Isso pode prejudicar o diagnóstico e o exame clínico.

LEIA também no CaninaBlog:

O incrível crescimento dos hospitais veterinários

Vantagens do atendimento veterinário em casa

Ser Médico Veterinário significa…

Hospitais vet sofrem com a falta de doadores de sangue

Read Full Post »

Rede Rodoserv fica na Rodovia Castelo Branco, uma das melhores do Brasil

Rede Rodoserv fica na Rodovia Castelo Branco, uma das melhores do Brasil

EXCLUSIVO | QUEM acompanha o CaninaBlog sabe que levo Ciccilo comigo para todo lado. Seja na padaria da esquina ou até em uma viagem de avião.  Não seria diferente neste último Carnaval quando levei meu Fox Terrier para visitar a família no norte do Paraná. Bem, Ciccilo não curte nada os passeios de carro (diferente da maioria dos cães), enjoa e tudo mais. Mas aguenta tudo porque sabe que o destino ele adora: dias brincando com um dos meus sete sobrinhos.

Ciccilo sempre veste seu cinto de segurança na estrada

Ciccilo sempre veste seu cinto de segurança

O CAMINHO de São Paulo para o norte do Paraná é a Rodovia Castelo Branco, construída em 1968 e que é considerada uma das 20 melhores e mais seguras estradas do Brasil segundo uma pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT). Recheada de pedágios, a estrada permite até 120 km/hora (por isso Ciccilo sempre usa seu cinto de segurança) e contém inúmeras paradas com direito a restaurantes, imensas lojas de conveniências e até shoppings. Opção de descanso e banheiro limpo é o que não falta.

PARADA obrigatória

NO MEIO do caminho, resolvemos parar para Ciccilo esticar as patinhas, beber uma água e fazer um xixi. A escolha foi uma das lojas da rede Rodoserv Sorriso em Pardinho (SP, KM 191). Também aproveitamos para almoçar. Mas e Ciccilo? Não gosto de deixá-lo dentro do carro, mesmo quando a temperatura é amena e o carro está na sombra, por isso perguntei a moça da recepção se havia algum local seguro para deixá-lo. Ela me apontou um rapaz encarregado exclusivamente de cuidar dos cãezinhos dos clientes. Como ele já cuidava de outro cão (e Ciccilo não se dá muito bem com outros machos), combinamos que ele ficaria preso na entrada do restaurante sob a supervisão do funcionário da Rodoserv.

MEU marido e eu entramos e almoçamos o mais rápido possível para voltarmos pra estrada. Enquanto ele pagava, fui até o local onde deixei Ciccilo. Bem, meu filhote estava lá quietinho me esperando (felizmente), mas e o menino responsável? Parado há alguns metros, tão distraído que nem me viu soltando Ciccilo e muito menos meu aceno. Ui! Me deu um frio na barriga! E se outra pessoa decidisse levar meu Fox Terrier dali? Lição aprendida: nunca mais deixo Ciccilo sob a supervisão de um desconhecido, mesmo que ele esteja sendo pago exclusivamente para o serviço.

LEIA também no CaninaBlog:

Nós testamos o cinto de segurança da Bracannes

Viajando tranquilo com seu cão dentro do carro

Turismo canino: Planejamento é tudo

Nós testamos a capa para carro Protege-Cão

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: