Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Dani Koetz’

CANINABLOG RECOMENDA | SEU cachorro come toda a ração em alguns segundos? Não mastiga nada e parece mais um aspirador de comida? Saiba que esse comportamento compromete a mastigação e deixa seu melhor amigo predisposto a vários problemas de saúde como engasgos, vômitos, gastrite, dilatação e torção do estômago, e até obesidade.

SE VOCÊ tem em casa um cão com essas características gulosas, vai gostar do CaninaBlog Recomenda de hoje. Testamos por mais de um mês uma novidade da marca Pet Games, o Pet Fit, um comedouro com design funcional que promete ajudar os animais a se alimentarem mais devagar.

PREOCUPADO com aqueles cães que ingerem muito rápido os alimentos e, frequentemente, em excesso, o veterinário Dalton Ishikawa, fundador da Pet Games, estudou diversos modelos de comedouros até chegar a um produto que promete atender de forma eficaz pets de todos os portes. Seu design funcional obriga os pets a “caçarem” seu alimento, levando assim a uma ingestão mais lenta. “Comer muito rápido a quantidade diária de ração de uma só vez pode levar à torção gástrica e ser fatal, principalmente em animais idosos”, adverte o veterinário. O Pet Fit

COMO Ciccilo, meu Fox Terrier, costuma comer lentamente sua ração, convidamos dois amigos do CaninaBlog para testar o comedouro Pet Fit. Toddy e Bionda são dois Labradores que além da raça, tem mais coisas em comum: comem muito rápido sua ração e lutam para manter o peso ideal. Os dois pets testaram, com ajuda dos seus donos, os comedouros por pelo menos duas semanas cada. Confira abaixo as avaliações dos donos de Bionda e Toddy:

Mesmo com o PetFit Bionda continua comendo muito rápido sua ração

Mesmo com o PetFit Bionda continua comendo muito rápido sua ração

TESTE 1: Bionda

Labradora amarela, 9 anos e 32 quilos

Antonio Carlos Spilotro é o dono de Bionda e conta que a cadela sempre comeu da mesma maneira: muito rápido, mesmo depois das aulas de adestramento. “Acho que o comportamento dela é igual em todos os Labradores”, avalia Espilotro. Para amenizar o problema, ele divide a ração em duas porções diárias, faz o máximo de passeios com Bionda e ainda a leva para o trabalho alguns dias da semana. Portanto, Bionda fica pouco tempo sozinha no apartamento onde moram.

O teste: Bionda experimentou o comedouro Pet Fit em quase todos os níveis de dificuldade (as instruções no pacote recomendam colocar bolinhas de tênis dentro do comedouro no nível mais difícil). Segundo o dono, não houve nenhuma diferença no tempo que ela geralmente leva para comer a porção de ração no pote tradicional.

Toddy e Dani criaram até um vídeo para provar que  PetFit funciona

Toddy e Dani criaram até um vídeo para provar que Pet Fit funciona (clique na abertura para assistir)

TESTE 2: Toddy

Labrador chocolate, 8 anos e 32 quilos

Toddy e Dani Koetz são membros do blog Lovepet e testaram o comedouro Pet Fit por 1 mês. Como Toddy convive com mais três cães (que adoram roubar a comida alheia), ele come sua ração o mais rápido possível. “Meu maior receio é, sem dúvida alguma, o risco da torção gástrica que é muito comum em cães grandes”, afirma a dona da matilha.

O teste: Dani  ficou super contente em testar essa novidade da Pet Games e até criou um vídeo em que compara  o tempo que Toddy leva para comer a mesma porção de ração no pote tradicional e depois no Pet Fit. “Toddy é tão afobado que só de ter que catar os que caíram para fora do prato já levou uns 15 segundos extras”, relata. Clique no vídeo de abertura e confira a avaliação positiva do Pet Fit que é vendido por cerca de R$ 32 e tem capacidade para até 300g de ração.

LEIA também no CaninaBlog:

Fecho especial para vedar embalagem de ração

Brinquedos que divertem e ensinam a cachorrada

Cachorro com apetite caprichoso. Frescura ou doença?

Seu cachorro vive para comer ou come para viver?

Read Full Post »

Toda a matilha reunida para a gravação do programa de TV Hoje em Dia da Record

EXCLUSIVO | NA ÚLTIMA terça-feira Ciccilo e eu acordamos bem cedinho. A razão de ter termos madrugado em pleno feriado da Consciência Negra em São Paulo era muito importante. Meu Fox Terrier e eu fomos convidados pela produção do canal de televisão Record para a gravação de uma reportagem para o programa de entretenimento Hoje em Dia. A pauta? Um problema de saúde muito sério, a obesidade canina.

A GRAVAÇÃO não podia ser mais animada. Afinal, contamos com a companhia de amigos muito queridos. Além da SRD Dulce, a paixão de Ciccilo, a matilha ainda contava com Toddy (labrador chocolate),  Aisha (preta) e Lucky (dourado). Além dos humanos Dani Koetz e nosso consultor em comportamento canino Gustavo Campelo.

OS BASTIDORES

Programa de variedades contará com uma reportagem especial sobre obesidade canina

A REPORTAGEM foi comandada pela jornalista Caroline Keller que mostrará os malefícios da obesidade para nossos melhores amigos. Por isso mesmo, Ciccilo e eu sempre lutamos pra manter a forma, digamos, grudados um no outro. Somos parceiros em atividades físicas diversas e, graças a isso e uma alimentação equilibrada, Ciccilo chegará nesta sexta-feira (23) aos 9 anos em plena forma – e eu, não espalhem por ai, já passei dos 30 há um bom tempo (risos).

JÁ Dani Koetz e sua matilha provaram que nunca é tarde ou difícil demais pra  colocar um cão gordinho em forma. Dani trabalhou duro para colocar os 4 cães no peso ideal depois de uma temporada “engordatória” na casa dos avós. Até a pelagem dos quatro cães melhorou com a nova dieta e mais exercício.

AINDA no programa que será exibido na Record você poderá conferir altas dicas de Gustavo Campelo de como criar, manter e deixar seu cão em forma.

HOJE em Dia – Canal Record

Dia: 22 de janeiro de 2013

Horário: a partir da 10h

CLIQUE aqui para assistir a reportagem sobre obesidade canina em que o CaninaBlog é um dos entrevistados.

CaninaBlog no Diário de Pernambuco

CaninaBlog na edição 3 da revista Meu Pet

Revista Minha Casa recomenda CaninaBlog

Read Full Post »

Embalagem de Xô Xixi contém 150 g e é vendido por cerca de R$ 15

CANINABLOG RECOMENDA | JÁ IMAGINOU se mudar com quatro cães de grande porte para uma nova casa com quintal? Pois este foi o desafio da minha querida amiga Dani Koetz, seus três Labradores (Toddy, Aysha e Lucky) e a SRD Dulce. Antes morando em um grande apartamento em São Paulo e fazendo vários passeios por dia para fazer xixi, agora a cachorrada tem direito a um quintal. Bem, vocês já imaginam o que aconteceu né?

OS DOIS machos da casa logo deram um jeito de demarcar seu novo território e fizeram xixi em vários pontos do quintal e entradas da casa – para o desespero da minha amiga Dani. Por essa razão, pedimos para a criadora do blog Love Pet para avaliar um novo produto do mercado pet, o Xô Xixi.

O PRODUTO promete aposentar o uso de panos de limpeza, evitando o contato com a urina e dejetos dos animais. Como funciona? Basta borrifar o produto sobre o dejeto que o xixi ou vômito solidificam de tal maneira que podem ser removidos com a pá de limpeza em piso comum e com aspirador em carpetes e tapetes. E ainda promete eliminar o odor no local.

MAS será que o produto cumpre realmente todas essas promessas? Confira abaixo a avaliação que Dani Koetz do blog LovePet fez do produto especialmente para o CaninaBlog:

AVALIAÇÃO: Xô Xixi

Dani e os cães Toddy, Aysha, Lucky e Dulce testaram o Xô Xixi por 7 dias

EMBALAGEM

Embora o fechamento seja perfeito, senti falta de algo que vedasse melhor o produto por se tratar de um produto em textura de talco e que tem como propósito absorver a umidade. No caso de armazenagem inadequada ou com o tempo de uso, fiquei temerosa que o produto se inutilizasse.

UTILIDADE

O conteúdo da embalagem atende bem quem possui animais de pequeno porte, pois rende bastante. Talvez não seja tão viável para cães grandes e que fazem muito xixi, pois a embalagem de 150 gramas terminaria em dois tempos.

MANUSEIO

Bastante prático, basta pulverizar sobre o local, aguardar a absorção e varrer. A aplicação é fácil. O Xô Xixi é ideal para situações onde você não pode sair correndo para buscar um paninho ou, no meu caso, uma toalha para absorver a urina ou vômito do cão.

CONFIRA outros produtos testados pelo CaninaBlog:

Nós testamos o atendimento do Provet

Guia retrátil Flexi: Seu cachorro mais saudável e fashion

Nós testamos o Poop Dog

Read Full Post »

EXCLUSIVO | A NOTÍCIA publicada no jornal Folha de S.Paulo de que o shopping Frei Caneca, na cidade de São Paulo, passou a proibir a entrada de cães de grande porte causou polêmica entre os clientes. Até porque, além de possuir entre suas lojas um petshop muito conhecido na região, o comportamento do shopping está indo na contramão de um movimento cada dia mais pró-cães da cidade.

ENQUANTO que o shopping impede categoricamente que cães com mais de 40cm de altura entrem pelos corredores (a medida pelo dorso é feita com uma régua adesiva colada à porta), cerca de outros 80 estabelecimentos recheiam a primeira edição do guia “Curtindo São Paulo Juntos”. Para quem ainda não conhece, o guia é uma criação da marca de rações Beneful e mostra que pontos da capital paulista você pode ir e ser bem recebido com seu amigo canino.

SEMPRE na companhia de dois imensos Labradores, Aísha e Thod, a consultora em Mídias Sociais Dani Koetz alimenta o blog do “Curtindo São Paulo Juntos” com experiências de locais bacanas para passear com os cães. Para essa “cachorreira” confessa, estabelecimentos que recebem bem um cachorro acabam criando uma simpatia e uma clientela mais do que fiel. Mas pede que donos de cães também se perguntem: grande ou pequeno, meu cachorro é educado?

"Independente do tamanho do cachorro, a palavra é educação", afirma a blogueira do "Curtindo São Paulo Juntos", Dani Koetz (Crédito: Camila Morselli)

CONFIRA a entrevista completa com Dani Koetz:

CANINABLOG: Esse comportamento cada vez mais simpático do comércio com os cães é um movimento crescente?

Dani Koetz: Sem dúvida. Cada vez mais observamos as pessoas querendo frequentar lugares onde seus amigos são bem recebidos. A companhia deles, em todos os locais, já é algo natural para a maioria das pessoas. Ouso dizer que já é uma nova configuração de família. Em muitos casos, observamos que o cão não é mais um simples animal de estimação e sim, legitimamente, um integrante da família. O mercado já percebeu isso e cada vez mais oferece opções para os entes caninos.

ACREDITO que os estabelecimentos que os recebam bem, criam simpatia e uma clientela mais do que fiel. Os frequentadores espalham naturalmente a notícia. Isso pode ser ótimo, no caso de serem bem atendidos ou péssimo no caso contrário.

CANINABLOG: Como você encara essa restrição do Shopping Frei Caneca aos cães grandes?

Dani Koetz: Sinceramente, acredito que este tipo de regra é criada por quem não conhece cães e, sem dúvida, vai afetar negativamente a imagem do shopping. Frequentadores, antes assíduos, vão provavelmente migrar seu roteiro de compras para onde sejam bem recebidos em companhia dos seus cães. É o meu caso.

CÃES, assim como as pessoas, não devem ser generalizados. Não é o tamanho que determina o comportamento. Assim como nós, existe educação e treinamento para o convívio social. Um cão educado pode frequentar qualquer lugar em companhia do seu dono. Aqui, o bom senso deve falar mais alto para o humano em questão: pequeno ou grande, seu cão sabe se comportar, ele te escuta e obedece? Independente do tamanho, a palavra é educação.

CANINABLOG: Na sua opinião, há algum tipo de local que nunca deveria receber um cachorro?

Dani Koetz: Um local que jamais deve receber um cão é aquele que não deseja esse tipo de visita. A casa de alguém que não gosta, que considera incoveniente, por exemplo. Independente da espécie, ser bem vindo é ótimo. Vale novamente o bom senso.

SAIBA mais:

Beneful lança “Curtindo São Paulo Juntos”

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: